Salgados

Onde provar boas receitas de tapioca

Mocotó, Aconchego Carioca e Capim Santo integram a lista de nove endereços que preparam receitas com o ingrediente

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Almoçar no Mocotó  é um programa como poucos. Esse restaurante de cozinha nordestina está localizado na Vila Medeiros, zona norte, e tornou-se um dos endereços mais disputados da cidade. O público enfrenta longas filas para provar as delícias brasileiras preparadas pelo chef Rodrigo Oliveira e sua equipe.

Faz parte do ritual de espera por uma mesa — que apesar de levar até duas horas, confie, tem seu charme — petiscar os deliciosos dadinhos de tapioca com queijo de coalho. Depois de acomodado em um dos salões, vale pedir a tapioca de carne-seca mais requeijão do Norte do país e crocante de mandioquinha.

Do outro lado da cidade, o Bar do Nico, tradicional no Ipiranga, faz uma porção de tijolinhos de queijo de coalho cobertos por tapioca. Com boa textura, eles são servidos junto de um pote de molho de mel e pimenta, que ajuda a realçar o sabor.

Goma Tapiocaria
Goma Tapiocaria: salão colorido (Foto: Lucas Lima)

O ingrediente conquistou tantos adeptos deste lado do Brasil que ganhou um endereço só dele, na Vila Madalena. Comandada pelo publicitário Caio Eduardo Monteiro da Silva, a Goma Tapiocaria propõem um cardápio variado elaborado pela chef Morena Leite, à frente do Capim Santo e do Santinho. Além de aparecer no formato tradicional de crepe, recheada de carne-seca e abóbora e acompanhada de couve refogada, por exemplo, a fécula da mandioca hidratada se transforma em pão de queijo da Serra da Canastra com linguiça e bolinho de ganache de chocolate.

Conheça abaixo outros endereços que servem receitas com o ingrediente:

Aconchego Carioca: embora a decoração siga os padrões da matriz, no Rio de Janeiro, com redes penduradas no teto, a casa daqui carece da informalidade típica carioca e mostra um ambiente mais arrumado, na medida para atrair os engravatados que trabalham na região. Para petiscar, faz pasteizinhos de tapioca recheados de camarão. Na seção de doces, aparece a tapioca de tangerina com chocolate.

Bar do Nico
Bar do Nico: tijolinhos de queijo de coalho cobertos de tapioca (Foto: Fernando Moraes)

Bananeira: adota o estilo despojado em um salão montado como um grande caramanchão praiano. Para abrir a refeição, há rolinhos de tapioca recheados de carne-seca. Encerre com a tapioca de banana com queijo manteiga, coco fresco ralado e leite condensado.

Brasil a Gosto: um olhar atento às diferenças culinárias regionais do país norteiam o trabalho da inquieta chef e proprietária Ana Luiza Trajano. De sobremesa, há pudim de banana com castanha-do-pará e beiju de tapioca

Capim Santo: do caderno de receitas da chef e sócia Morena Leite saem receitas bem brasileiras. Aos sábados e domingos, o bufê de almoço é mais completo e inclui uma estação de tapiocas que podem ser recheadas na hora de brigadeiro tradicional ou de capim-santo, lei condensado, doce de leite com coco, entre outras varidades.

Casa de Maria Madalena - Pincho de tapioca
Casa de Maria Madalena: pincho de shimeji e queijo manteiga envolto na massa de tapioca (Foto: Mario Rodrigues)

Casa de Maria Madalena: uma área externa decorada com móveis de segunda mão atrai uma turma sem frescura, formada em sua maioria por jovens artistas e universitários na faixa dos 20 e poucos anos. Não deixe de pedir o pincho de rúcula selvagem, shimeji e queijo manteiga vem envolto na massa de tapioca.

Colher de Pau: nessa filial de um restaurante de Fortaleza, as receitas típicas do Ceará substituem a leveza pelos sabores potentes. Na hora da sobremesa, vá de tapioca de goiabada e requeijão do norte (um tipo de queijo duro).

Damp: aberta no Ipiranga há 41 anos, ganhou no ano passado uma filial mais arrumadinha na Vila Leopoldina. Dos mais de 100 sabores em massa, cerca de cinquenta se revezam nas vitrines refrigeradas da loja. Não deixe de provar as versões com ingredientes do norte do país, como tapioca, cupuaçu e castanha-do-pará.

Goma Tapiocaria: o cardápio montado pela chef Morena Leite, do Capim Santo e do Santinho, tem versões tradicionais recheadas de carne-seca e abóbora e acompanhada de couve refogada, por exemplo, e também invenções como um pão de queijo da Serra da Canastra com linguiça e bolinho de ganache de chocolate.

Taperebá Sorvetes: uma das opções de sorvete que não podem faltar na vitrine é o de tapioca. O ingrediente típico do Norte também surge na forma de crepe, com recheios doces (leite condensado com coco) e salgados (queijo de coalho). 

Fonte: VEJA SÃO PAULO