Paulistano Nota Dez

Blogueira motiva mulheres com câncer

Evelin Scarelli dá dicas de beleza e faz doações para quem está com a doença, que ela também já enfrentou e se recuperou

Por: Tatiana Babadobulos - Atualizado em

Evelin Scarelli
"Gosto de mostrar para as pessoas que, se me curei, elas também podem conseguir" (Foto: Fernando Moraes)

Em 2011, a fisioterapeuta Evelin Scarelli, de 24 anos, enfrentou um câncer de mama. Quando os cabelos castanhos, que batiam na cintura, tiveram de ser raspados na fase de quimioterapia, ela começou a montar uma coleção de lenços de todos os tipos e cores, que amenizavam a ausência dos belos fios. Recuperada no ano passado, decidiu se livrar das dezessete peças acumuladas. “Elas me remetiam a um período duro e poderiam ser mais úteis em outras mãos”, explica Evelin, que havia criado um blog para aproveitar o espaço para contar sobre a superação da doença e anunciar ali a oferta. A iniciativa fez sucesso e deu origem ao Lenço Cor de Rosa, projeto voltado à motivação de mulheres que lutaram contra esse mal. 

A ideia é estimular garotas e senhoras que venceram o problema a encaminhar esses acessórios usados na época difícil de presente a quem está no meio da briga. De tecidos como algodão, cetim e seda, eles chegam pelo correio dentro de um embrulho com laço de fita e uma carta manuscrita por Evelin, que relata brevemente sua história. O número de contempladas desde janeiro já está perto de 200.

Débora Monteiro, de 42 anos, está entre elas: ganhou uma peça lilás florida. “É emocionante ver algo enviado por alguém com quem não tenho vínculo afetivo, mas que se dispõe a me ajudar”, afirma a assistente social, moradora de Santo André, que se trata de câncer nas mamas. O trabalho chamou a atenção do Instituto Oncoguia, associação de defesa dos direitos dos pacientes, que divulga o que é possível exigir de planos de saúde, por exemplo. 

Há dois meses, a ONG contratou a jovem. “Adotamos o projeto e a Evelin”, diz a presidente, Luciana Holtz. A blogueira criou então a página Espaço Cor de Rosa — Instituto Oncoguia no Facebook, na qual, além de convocar gente para as doações (que incluem ainda perucas e próteses mamárias), publica dicas de bem-estar e reproduz histórias semelhantes à sua. “Gosto de mostrar para as pessoas que, se eu me curei, elas também podem conseguir.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO