Internet

Blog de humor alcança 2 milhões de visualizações por mês

Morri de Sunga Branca dobra audiência com sátira à novela Salve Jorge

Por: Ricky Hiraoka - Atualizado em

Morri de Sunga Branca - Blog
Os blogueiros Thiago e Bianca (na tela): até o elenco da trama é fã (Foto: Fernando Moraes)

Com assassinatos a seringadas e galã acomodado na casa da mamãe, Salve Jorge, de Glória Perez, tornou-se a matéria-prima preferencial de brincadeiras na internet. Ninguém, contudo, tem se dado tão bem nessa empreitada quanto os criadores do blog Morri de Sunga Branca, os amigos Thiago Pasqualotto e Bianca Muller — ele morador de Pinheiros e ela, de Curitiba. Em março, foram 2 milhões de visualizações, o dobro do número registrado em setembro de 2012. “Tínhamos bom público, mas agora chegamos também às donas de casa”, conta ele.

Os publicitários estão atentos: a dupla já fatura 15 000 reais mensais entre um deboche e outro, nos quais o mocinho Theo (Rodrigo Lombardi) vira PasTheo, a vilã Wanda (Totia Meirelles) é Wândala e a sofredora Érica (Flávia Alessandra) leva o inevitável apelido de Ericorna.

Os autores só não imaginavam que as farpas fossem cair nas graças do elenco. “Dou risada quando falam do ‘cabelo bipolar’ da MoreNanda”, diz a protagonista Nanda Costa, acompanhante assídua. A piada se refere a uma barbeiragem de continuidade: as sequências que usam tomadas externas feitas na Capadócia, quando ela ostentava fios encaracolados, em contraposição à atual juba alisada. Outra fã é Claudia Raia. “O blog é hilário e reflete a boa repercussão da história”, defende a atriz.

Fernanda Paes Leme relata que ela e os colegas se reúnem nos bastidores para ver as tiradas juntos. A novelista, porém, não parece se divertir. Quando o site pegou no pé da “igreja 24 horas”, na qual os personagens se esbarravam ao acaso de madrugada, Glória Perez retrucou pelo Twitter ao que chamou de “bonde do recalque”, sem citar nominalmente os provocadores. “Vou desenhar para quem perguntou: o padre mirou-se no exemplo das igrejas evangélicas, sempre abertas para quem precisa”, disparou.

As sátiras da trama são uma amostra light do trabalho dos amigos — que, aliás, foram contratados pela Globo no início do ano para comentar o Big Brother Brasil na página do reality show. Com outras sacadas impublicáveis, o humor negro começa pelo nome do blog, criado em 2009, referência à morte do policial Marcelo Silva, ex-marido da atriz Susana Vieira, encontrado em um motel após overdose, usando uma sunga branca e nada mais.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO