Celebridade

Em biografia, Gretchen revela que apanhou de pai alcoólatra

Livro chega às prateleiras no ínicio de 2015 e aborda outras temos polêmicos como a atuação em filme pornô e confiltos com a filha lésbica

Por: Silas Colombo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

A agitada vida de Maria Odete Brito de Miranda, mais conhecida como Gretchen, sempre foi bastante explorada nos quase 40 anos de carreira da Rainha do Bumbum. Mas ainda há muitas histórias não conhecidas do público e que serão reveladas em “Gretchen, a biografia”, título provisório do livro autorizado que está em fase de finalização, com previsão de chegar ao mercado no inicio de 2015.

Uma delas será a relação tensa que a artista teve com o seu pai, o vendedor de imóveis Mário. Em diversas entrevistas a dançaria já havia mencionado os problemas de convivência, mas desta vez promete destrinchar o assunto em detalhes. “Ele era alcoólatra. Certa ocasião, a mãe dela apanhava, a Gretchen tentava proteger e os dois começaram a se engalfinhar também”, conta o escritor Gerson Couto, que, ao lado de Fábio Fabrício Fabretti, assina a autoria do livro.

+ Larissa Manoela: Namoro sério, carreira idem

Aos 55 anos, Gretchen trabalha hoje em uma loja de produtos brasileiros em Portugal, onde vive com o seu 17° marido, o arquiteto Carlos Marques. “Ela teve outros romances que não descobriram. Há uma relação longa e séria com um famoso artista brasileiro, em específico, que vai deixar muita gente chocada”, adianta Fabretti, que também assina a biografia de Neuzinha Brizola e de “40 anos de Glória”, sobre Gloria Pires. Couto, além de escritor é bailarino do programa “Amor & Sexo”, da Rede Globo.

+ Patricia Abravanel: Casamento Marcado

A obra terá um capítulo dedicado a esclarecer o episódio em que a eterna Rainha do Bum Bum usou o dote na indústria pornô estrelando em 2006 um filme de sexo explítico.. “Ela explica os motivos que a levaram a fazer o trabalho e o que provocou todo o arrependimento”, conta Fabretti. O processo de aceitação da sexualidade da filha Tammy também terá espaço de destaque no trabalho. “Ela não queria uma filha gay, mas hoje tem orgulho e esfrega o sucesso dela na cara de quem tentou sabotar a carreira da filha”, afirma Couto.            

+ Daniela Albuquerque prepara festa de aniversário em sua mansão, a maior do Brasil

Com depoimentos de artistas, Gretchen será apresentada no livro como uma mulher que viveu uma busca constante pelo amor. “Agora ela está feliz e afirma que encontrou o seu príncipe encantado. Não dá para falar em fim da carreira. Como é uma pessoa inquieta, pode ser que ela ainda se anime de fazer um show de despedida”, diz o autor.

Fonte: VEJA SÃO PAULO