Mistérios da Cidade

Rapper Billy Saga recebe o primeiro cão de serviço do Brasil

O golden retriever Toddy será responsável por buscar objetos e roupas, abrir portas e apagar luzes para o dono cadeirante

Por: Raphael Martins

Billy Saga e Toddy, primeiro cão de serviço do Brasil
O rapper Billy Saga junto com Toddy, o primeiro cão de serviço do Brasil (Foto: Fernando Moraes)

Cadeirante há mais de dez anos, o rapper Billy Saga ganhou um parceiro. Trata-se de Toddy, o primeiro cão de serviço treinado no Brasil. Seu papel é semelhante ao de um cão-guia, para deficientes visuais, mas com outras atividades (veja, abaixo, algumas características).

+ Faixas de ônibus fazem disparar o número de multas aplicadas na cidade

No momento, o golden retriever está se adaptando ao novo dono com treinamentos na Praça Barão Pinto Lima, no Alto de Pinheiros. “Queremos regulamentar o uso desses animais para que sejam aceitos em locais públicos”, explica o artista.

+ Cai o número de divórcios em São Paulo

A iniciativa é uma parceria entre o Movimento Superação, a Cão Inclusão — centro de treinamento especializado em cachorros de assistência — e a Uhelp — que promove campanhas pela internet para o financiamento de causas de pessoas com deficiência.

TODDY, O CÃO DE SERVIÇO

Duração do treinamento: dois anos

Tempo médio de “carreira”: sete anos

Principais atividades: buscar objetos e roupas, abrir portas e apagar luzes

Raças: labrador e golden retriever

Preço: 90 000 reais

Fonte: VEJA SÃO PAULO