Restaurantes

Bibi serve delícias em bufê

Chef Lia Tulmann propõe boas receitas durante o almoço, no mesmo lugar onde funcionou o Uni

Por: Arnaldo Lorençato

Bibi - RESTAURANTES
Sugestões renovadas diariamente (Foto: Mario Rodrigues)

A primeira experiência da cozinheira Lia Tulmann com refeições no formato de bufê começou há quinze anos, quando montou o Lia Giorno, no Shopping Jardim Sul. Posteriormente, ela participou da inauguração do Badebec, do qual se desligou, e, cinco anos atrás, abriu o Lia Jockey, no centro da cidade. A mais nova investida da chef, agora em parceria com o empresário Adolfo Gorenstein, é o Bibi. O restaurante está instalado no mesmo endereço onde ficava o Uni, que hoje funciona apenas no Masp.

+ Menus executivos que valem a pena

+ Lia Jockey: bufê cuidadoso e barato no Centro

+ Trinità oferece bufê no almoço e cardápio à la carte à noite

No dia a dia da casa aberta em fevereiro, Lia tem o auxílio da filha, Marcela, formada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi. Entre as receitas apresentadas em revezamento encontram-se algumas mais antigas, como o tabule de frutas secas perfumado por canela e a salada de batata coberta de cebola queimada. Das novas opções, encantam a refrescante terrine de ricota recheada de fisális (frutinha amarela) e o ceviche de linguado.

Bibi - RESTAURANTES
Refrescante terrine de ricota: recheada de fisális (frutinha amarela) (Foto: Mario Rodrigues)

As opções quentes podem reunir uma moqueca de bacalhau com camarão sem pimentão guarnecida de farofa de dendê e o delicioso peixe envolto na massa folhada ao creme de cogumelo-de-paris sobre farofinha de fubá. Das carnes, o steak de filé-mignon aparece enrolado em bacon na companhia de anéis de cebola-roxa. Pelos pratos salgados, pagam-se R$ 39,60, de segunda a sexta, e R$ 62,00, aos domingos, quando se tem direito à sobremesa. Durante a semana, a mesa de doces (R$ 10,30) inclui a musse de coco regada por baba de moça. Da pequena carta de vinhos, peça o chileno Errazuriz na versão tinta da uva carmenère 2010 ou rosé de cabernet sauvignon 2011 (R$ 52,00 cada um).

+ Acesse o cardápio completo do Bibi

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO