Comidinhas

Bendito Quindim oferece guloseima em doze sabores

Localizado no Tatuapé, minúsculo estabelecimento traz versões criativas do doce de açúcar e ovo

Por: Helena Galante - Atualizado em

Bendito Quindim - 2249 - 52
Cores diversas: unidade do doce tem 4 centímetros (Foto: Fernando Moraes)

Foi numa aula de culinária há mais de dez anos que a dona de casa Cátia Farias Fantone aprendeu a fazer quindins. Além dos tradicionais, passou a elaborar receitas de sabores diferentes, a exemplo de café e abacaxi, para festas de amigos. Em 2008, num período de vacas magras, ela arregaçou as mangas e começou a vender quitutes sob encomenda. O sucesso encorajou Cátia e a família a abrir um negócio próprio. Em julho, nasceu então a loja Bendito Quindim. Localizado no Tatuapé, o exíguo salão de 17 metros quadrados foi caprichosamente decorado com azulejos de inspiração portuguesa. Dispõe apenas de uma vitrine e uma cozinha envidraçada onde as doze criativas versões da guloseima são tiradas das formas — a produção continua centralizada na casa de Cátia, no Parque São Lucas, na Zona Leste. Seus filhos Cauê e Lucas e o marido, Ricardo, revezam-se à frente do balcão. Chama atenção o brilho no acabamento das delícias. A opção clássica tem base de coco levemente crocante, gosto muito suave de gema e mede 4 centímetro.

+ Natal: fuja do panetone

+ Casa Santa Luzia prõpoe pratos natalinos

Prove as unidades de maracujá e chocolate belga. Uma das melhores leva lascas de coco queimadas no açúcar. Outros disponíveis são os quindins de nozes, pistache (ótimo), damasco, amaretto e amarena. Para viagem, as embalagens de quatro a quinze unidades são cobradas à parte. Quem não resistir e quiser experimentar as pedidas ali mesmo pode encostar no balcão ou disputar um lugar nas duas mesas da calçada e pedir um expresso da marca Coffee. Nos sábados 24 e 31, funciona das 10h às 16h. Fecha nos domingos 25 e 1º. Da terça 27 à sexta 30, abre das 10h às 21h. Depois, retoma as atividades no dia 5 de janeiro.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO