Saúde

Bela Gil defende o consumo do bacon artesanal

Relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que o alimento aumenta risco de câncer

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Bela Gil
A apresentadora Bela Gil (Foto: Daryan Dornelles)

Após a divulgação de um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) que inclui o bacon na lista de alimentos que podem contribuir para a formação de um câncer, Bela Gil, expert em culinária saudável, deu sua opinião a respeito do assunto e relativizou os malefícios do bacon. 

"Uma coisa é um bacon artesanal de porco de quintal, rico em vitamina D e antixoxidantes, defumado lentamente. Outra coisa é um bacon de porco que come ração, passa pelo processo industrial com nitratos e nitridos adicionados, fumaça líquida, e glutamato monossódico. E independente da fonte, moderação e autoconhecimento é a chave para a boa saúde. Comida de verdade sempre!", escreveu em seu Instagram. 

+ Bela Gil responde piadas sobre marmita saudável da filha

Bela Gil está certa: de acordo com a OMS, o que faz mal é a carne processada, que no processo de industrialização recebe substâncias perigosas para a saúde. Tanto que o relatório incluiu também salsicha e hambúrguer no rol de itens a serem evitados. 

A filha de Gilberto Gil lança nesta terça (27) na Fnac da Avenida Paulista seu segundo livro, Bela Cozinha 2. No papel, as receitas que fazem sucesso - e também viram motivo de piada - em seu programa no GNT, o Bela Cozinha

+ Bela Gil revela seu método natural de escovar os dentes 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO