SAÚDE

Bebê Sofia morre cinco meses após transplante de cinco órgãos

Menina estava internada em hospital de Miami. Família de Votorantim criou campanha para custear operação

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Sofia
Sofia morreu nesta segunda em decorrência de complicações de uma infecção (Foto: Reprodução/Facebook)

A bebê Sofia Lacerda, de 1 ano e 8 meses, morreu na manhã desta segunda-feira (14), cinco meses após realizar transplante de cinco órgãos. Ela estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Jackson Memorial Hospital, em Miami.

A criança não resistiu a uma infecção contraída depois que deixou o hospital para se recuperar em casa, no regime de home care. Sofia estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital e não reagiu ao tratamento. Em nota publicada nesta manhã em uma rede social, a família lamentou a morte e agradeceu o apoio de todos que ajudaram a garota. "Amigos, infelizmente nossa bonequinha nos deixou nessa manhã. Os pais, Patrícia e Gilson, entraram em contato via telefone informando sobre o falecimento da nossa Sophia. Não esperem que eles tenham cabeça para postar algo nas redes sociais, entendam o momento delicado. Nossos mais profundos sentimentos. Pequena Sofia, descanse em paz e obrigada por essa lição de força, união e fé. Lutar com você e por você foi uma honra", postou Priscila Coutinho.

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

No sábado, seu estado de saúde havia piorado. A menina foi acometida por um vírus resistente quando se recuperava da cirurgia em regime de home care, numa casa alugada pela família em Miami. O vírus afetou os pulmões e, segundo a mãe, Patrícia Lacerda, estava resistindo ao combate com antibióticos. A carga virótica, no entanto, comprometeu o funcionamento dos pulmões.

Bebe Sofia
Mensagem em página de rede social confirma a morte da menina (Foto: Reprodução)

Sofia nasceu com Síndrome de Berdon, doença que impede o funcionamento do intestino e, sem o transplante, não teria chance de sobrevivência. Moradora de Votorantim, região de Sorocaba, a família iniciou uma campanha pela internet e conseguiu que o governo brasileiro bancasse o tratamento no exterior. O drama da menina comoveu celebridades como Rihanna, Giovana Antonelli, Grazzi Massafera, a cantora Claudia Leitte e os jogadores Hulk e Robinho, que se mobilizaram nas redes sociais para ajudá-la.

Em abril deste ano, Sófia foi submetida à cirurgia de transplante de cinco órgãos: estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado, intestino grosso e um dos rins. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO