Marca registrada

Bate-bola com Suzy Menkes

Com seu folclórico topete, a respeitada editora de moda do “International Herald Tribune” comandou seminário de luxo na cidade

Por: Simone Esmanhotto

Suzy Menkes - 2244a
No lobby do Hotel Unique, Suzy veste casaco Dries van Noten, blusa e calça Issey Miyake e pulseiras de uma feirinha hippie carioca: “Luxo é ter peças que emocionam” (Foto: Fernando Moraes)

O que define seu estilo? Cores. Eu devia ter nascido brasileira. Escolhi verde hoje em homenagem a vocês.

Quem é seu ícone de elegância? A duquesa de Windsor, sempre impecável. Sou louca por joias, mas as minhas não chegam aos pés da coleção dela.

Que objeto resume sua ideia de luxo? Uma valise de couro para maquiagem que pertenceu a minha avó. É pesadíssima, impossível de carregar. Fazia sentido na época, quando havia empregados. Ou talvez se eu fosse brasileira. Então eu me contento em olhar para ela. Luxo é ter peças que emocionam.

Um lugar para passar as férias. Minha casa no interior da França, onde fico com meus quatro netos.

Uma indulgência e a melhor aquisição. Velas perfumadas da Cire Trudon que comprei em Paris e um colar banhado em ouro Yves Saint Laurent, que tenho há quinze anos. Até hoje recebo elogios quando estou com ele.

O que vai levar de São Paulo na mala? Saídas de praia da Sub, uma multimarcas de moda praia que descobri no Shopping Cidade Jardim. E vou passar a tarde no Iguatemi atrás de presentes para os meus netos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO