Especiais

Bares e música ao vivo

Por: Marcela Besson - Atualizado em

Bares e música ao vivo Foto 2
(Foto: Veja São Paulo)

Ouvir música ao vivo de qualidade na mesa do bar é bom, mas o preço do couvert artístico pode desandar o programa. Garimpamos dez endereços que oferecem uma caprichada seleção musical e cobram de 6 a 26 reais pelas apresentações.

  • Casa costuma lotar e para quem quer curtir o show é bom fazer reserva
    Saiba mais
  • Casa oferece clima romântico e shows de bossa nova, jazz e blues
    Saiba mais
  • Entre as atrações especiais, destaque para as segundas, quando tem roda de gafieira, e para a feijoada nas tardes de sábado
    Saiba mais
  • O preço do couvert artístico é o mesmo em qualquer dia da semana: 21 reais
    Saiba mais
  • Artistas conhecidos e promessas de sucesso animam a noite
    Saiba mais
  • Bar Geni: shows em clima de balada

    Atualizado em: 7.Dez.2010

    Como tem dois ambientes, é bom para quem gosta de música ao vivo e para quem curte um lugar mais reservado
    Saiba mais
  • Cardápio da casa conta com receitas naturais e uma carta de cervejas artesanais
    Saiba mais
  • De quinta a sábado, casa recebe bandas que destilam petardos do rock e tributos a Led Zeppelin, Rolling Stones e outros grandes do gênero.
    Saiba mais
  • Considerado um dos clubes mais acolhedores do gênero, a casa recebe apresentações de competentes trios, quartetos e quintetos
    Saiba mais
  • Bar do Cidão: simples e aconchegante

    Atualizado em: 7.Dez.2010

    Neste bar, o clima é descontraído e os artistas cantam ao redor de uma mesa
    Saiba mais
  • Bares variados

    Piratininga

    Rua Wisard, 149, Pinheiros

    Tel: (11) 3032 9775

    5 avaliações

    Compõem a atmosfera romântica a iluminação difusa, a decoração que evoca uma São Paulo do passado e a música ao vivo (rock, MPB, bossa nova e jazz). Na hora de beber, recorra às caipirinhas do barman Passarinho, entre elas a de tangerina com lima-da-pérsia.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Teta

    Rua Cardeal Arcoverde, 1265, Pinheiros

    Sem avaliação

     

     

    Saiba mais
  • Bares variados

    Ó do Borogodó

    Rua Horácio Lane, 21, Pinheiros

    Tel: (11) 3814 4087

    VejaSP
    5 avaliações

    Lugar certo para dançar samba e suas variantes num espaço muito simples, com um quê da Lapa carioca. As cantoras Anaí Rosa e Dona Inah costumam dar expediente no pedaço, alegrando as noites. Sem frescura alguma, o pessoal nem liga para a ambientação, um tanto descuidada, com paredes de tijolinho aparente e ventiladores ligados. Quando os sambistas começam a se apresentar e a animação esquenta, algumas mesas são afastadas para o lado. Universitários e estrangeiros requebram em busca de alguém para chamar de seu, enquanto se abastecem de cerveja em garrafa (Brahma, Devassa, Itaipava, Original e Serramalte, de R$ 7,50 a 12,00), servida em copo americano. Também parte da festa, a caipirinha trivial, de limão e pinga, sai por R$ 16,00. Garçons correm para lá e para cá, enfrentando a muvuca.

    Preços checados em 27 de maio de 2015.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Jeremias, o Bom

    Rua Avanhandava, 37, Bela Vista

    Sem avaliação
  • Bares variados

    Grazie a Dio!

    Rua Girassol, 67, Pinheiros

    Tel: (11) 3031 6568

    1 avaliação

    Algumas bandas, caso do Clube do Balanço, têm lugar cativo na programação. A agenda vai do samba ao soul, com incursões pela MPB. Para descontrair, há cervejas como a Bohemia. Recarregue as baterias com pedidas como o arancini siciliani, um bolinho de risoto recheado de carne moída e queijo.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Geni

    Rua Bela Cintra, 539, Consolação

    Sem avaliação
  • Bares variados

    Casa de Francisca

    Rua José Maria Lisboa, 190, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3052 0547

    VejaSP
    Sem avaliação

    Este cantinho acolhedor funciona há oito anos num sobrado de 1913 como “a menor casa de shows” da cidade, nas palavras dos donos. O salão de estilo teatro-cabaré acomoda apenas 44 pessoas por noite. Aparecem por lá um ou outro solitário e muitos, muitos casais. Ajudam a compor a bela ambientação as mesas cobertas por toalhas rendadas, a iluminação conferida por velas e as antigas cadeiras vindas de um cinema de Jacareí (SP). No palquinho decorado com uma cortina vermelha, a poucos metros do público, já subiram Arrigo Barnabé, Romulo Fróes e Marina de la Riva, entre outros nomes (velhos e novos) da MPB e demais gêneros. Quando as apresentações começam, entre as 21h30 e 22h30, o serviço cessa e só retorna uma hora depois, quando o microfone é desligado. Por isso, para aproveitar melhor o programa, chegue no mínimo uma hora antes das apresentações e peça um vinho, como o francês Delas Frères Côtes-du-Ventoux2011 (R$ 91,00), corte de grenache e syrah. Vale jantar com seu par e saborear receitas como o nhoque do genaro (R$ 35,00), coberto por molho de tomate finalizado com um toque de suco de laranja e servido na panelinha de porcelana. Para o sucesso da noite, fazer reserva pelo site da casa é fundamental.

     

    Preços checados em 4 de março de 2015.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Café Piu Piu

    Rua Treze de Maio, 134, Bela Vista

    Tel: (11) 3258 8066

    8 avaliações

    Rock de várias vertentes recheia a programação de quinta a sábado. Nos demais dias, há espaço para outros gêneros. O público manda ver nas cervejas long neck, entre elas Stella Artois e Bohemia. Para petiscar, prove o latkes, típico bolinho judaico frito preparado com batata. Atenção: a entrada só pode ser paga em dinheiro ou cheque.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Bar do Cidão

    Rua Deputado Lacerda Franco, 293, Pinheiros

    1 avaliação
  • Bares variados

    All of Jazz

    Rua João Cachoeira, 1366, Vila Olímpia

    Tel: (11) 3849 1345

    VejaSP
    4 avaliações

    Longevo clubinho de jazz comandado por Antonio Augusto Deleuse, amante do gênero. O salão, na penumbra, dispõe de apenas quinze mesas, bem próximas umas das outras. Elas também estão pertinho dos músicos, que se apresentam religiosamente de segunda a sábado — o horário de início fica entre 10 e 11 da noite. São trios, quartetos e quintetos que costumam homenagear lendas do gênero, muitas delas com a imagem estampada em preto e branco nos pôsteres pendurados nas paredes: Miles Davis, Charlie Parker, Thelonious Monk... A lista de drinques clássicos, como gim-tônica (R$ 24,00) e margarita (R$ 24,00), cumpre seu papel, assim como a cervejinha long neck (Stella Artois, R$ 11,00). Para continuar a curtir o som em casa, dirija-se ao piso superior, onde o proprietário mantém uma lojinha de CDs.

    Preços checados em 15 de julho de 2015.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO