Futebol

Bares investem em telões e Tvs para a exibição de jogos de futebol

Fãs podem acompanhar jogos das séries A e B do Campeonato Brasileiro

Por: Fabio Wright - Atualizado em

Para os times paulistas, as emoções do Campeonato Brasileiro começam neste fim de semana. No sábado, às 16 horas, no Pacaembu, o Corinthians inicia seu sonho de voltar à elite do futebol nacional contra o CRB, de Alagoas. Pela série A, no Morumbi, o São Paulo encara o Grêmio, às 18h10. Os mais aficionados certamente vão enfrentar fila para comprar ingresso e se apertar na arquibancada. Quem quiser a comodidade de bebericar um chopinho entre um lance e outro pode optar por torcer pelo time do coração em um bar. Dá até para paquerar no intervalo. Dispostos a atrair esse público, alguns estabelecimentos da cidade apostam na exibição de jogos em telão – até mesmo aqueles transmitidos pelo sistema pay-per-view. Avessas a estádios, as universitárias Nina Levy, Gabriela Cabral e Lara Barzan foram conferir domingo passado, no Boteco São Bento, a goleada do Palmeiras na Ponte Preta, que ratificou o título alviverde. "É sempre mais divertido que ver em casa", diz Lara. "E, quando o jogo acaba, podemos ainda curtir a agitação." Equipado com um telão de 100 polegadas e uma TV de plasma, o bar da Vila Madalena transformou-se, nas finais do Paulistão, numa sucursal do Palestra Itália, com fãs de uniforme e bandeiras em punho. "O futebol é um grande chamariz de público", afirma Ronaldo Camelo, um dos proprietários. Segundo ele, a espera por mesa aos domingos começa antes das 15 horas.

Neste ano, os bares esperam faturar com a ida do Corinthians para a série B. Isso porque a maioria dos seus jogos será aos sábados, às 16 horas. "Como nesse dia já servimos bufê de feijoada, esperamos um aumento de clientes", diz Antônio de Pádua, gerente do Memorial, no Campo Belo, que dispõe de um telão de 100 polegadas e sete TVs. Outro endereço que aposta no filão é o Vila Rica, instalado na Vila Olímpia. A aparelhagem da casa permite mostrar até três partidas simultaneamente – inclusive dos times do Rio de Janeiro. "Na final do Campeonato Carioca, recebemos dezenas de flamenguistas aqui", conta Bruno Laporta, um dos sócios. A exemplo de outros lugares, o bar só coloca o áudio dos jogos decisivos. Há endereços que lançam mão de promoções para fidelizar os torcedores. Às quartas-feiras, no Anhanguera, na Vila Romana, os fregueses ganham uma rodada de chope a cada gol marcado. Três garçonetes encarregam-se de entregar a bebida de mesa em mesa. Na mesma toada, a choperia alemã Braugarten (antiga Braumeister), presente em sete shoppings e na praça de alimentação do complexo Kinoplex, oferece um vale-chope para a próxima visita. "Fizemos isso porque detectamos que havia uma queda de movimento justamente às quartas e aos domingos", diz Taíza Amaro Krueder, diretora da rede.

Fonte: VEJA SÃO PAULO