ROTEIRO

Conheça os 10 bares mais curiosos de São Paulo

A seleção de dez endereços inusitados traz a casa dedicada aos refrigerantes, o bar na linha do trem, o espaço para nerds... 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

BTNK
BTNK: em vagão de trem (Foto: Gui Simi)

Se você às vezes cansa daquele botequim tradicional, com cervejinha em garrafa de todo dia e a batata frita de sempre, São Paulo tem inúmeras opções de bares que fogem do convencional.

+ Cinco endereços para comer fish and chips

Abaixo, listamos dez desses endereços inusitados da cidade. Tem casa voltada aos nerds, o boteco com peixaria dentro e até bar dentro de vagão de trem. 

NA LINHA DO TREM

BTNK tem uma localização pra lá de inusitada. Ocupa um antigo vagão de trem desativado que fica no mesmo complexo do Museu da Imigração, na Mooca. Cervejas e drinques clássicos molham a garganta da clientela. Na parte de fora, DJs e uma banda transformam o programa em baladinha. Atenção: abre apenas de sexta e sábado.

Tubaína
Tubaína: gasosas no Baixo Augusta (Foto: Mario Rodrigues)

BEBIDA OFICIAL: REFRIGERANTE

No Tubaína:, instalado no Baixo Augusta, a bebida ofcial não é alcoólica. Mas sim a boa e velha tubaína, refrigerante regional disponível em mais de trinta variedades garimpadas país afora. Se a ideia for beber e ficar "alegrinho", entretanto, as gasosas compõem drinques fáceis de tomar.

Gibi Cultura Geek
Gibi Cultura Geek: salão cheio de prateleiras com miniaturas (Foto: Ricardo D’angelo)

SÓ PÁRA NERDS

Na Vila Mariana, o Gib Cultura Geek é um endereço para nerds. Seu pequeno ambiente é repleto de referências ao mundo dos games e dos quadrinhos, o que inclui capas de gibis e bonecos de super-heróis em prateleiras pelas paredes. Há até luminárias que imitam os blocos de moedas do jogo Super Mario Bros e uma coleção de videogames no 2º piso.

Vinho do Bardega
Bardega: vinhos em taça (Foto: Divulgação )

VINHO SELF-SERVICE

Vinho no Bardega, que fica no Itaim Bibi, é para ser bebido em taça, e a oferta se mostra enorme: 84 rótulos. A maioria das garrafas fica "engatada" em doze máquinas Enomatic, que preservam a qualidade da bebida por mais tempo. No sistema self-service, cabe ao cliente inserir seu cartão de consumo no equipamento, posicionar o copo numa das "torneiras" e "tirar" o vinho escolhido, em doses de 30, 60 ou 120 mililitros. Tão desencanado como um bar de chope, certo?

Frigobar
Frigobar: aura de clandestino (Foto: Ricardo d’Angelo)

'NEGOCIAÇÃO' PARA ENTRAR

Para entrar na portinha onde se esconde o Frigobar, deve-se fazer uma pequena 'negociação': mandar um e-mail para frigobarsp@gmail.com, pedir uma mesa e pagar antes o ingresso de 70 reais. A noite-experiência de ares clandestinos inclui mimos como um coquetel de boas-vindas e surpresas no decorrer da noite. Abre só às terças e quartas.

Peixaria Bar e Venda
Peixaria Bar e Venda: pescados vendidos na parte da frente do bar (Foto: Mario Rodrigues)

BAR OU PEIXARIA?

O balcão refrigerado logo na entrada do Peixaria Bar e Venda, na Vila Madalena, exibe pescados à venda e faz jus ao nome do lugar. Além disso, a temática praiana é levada bem a sério. Cadeiras de praia ficam dispostas na calçada, e as cervejas em garrafa de 600 mililitros são conservadas em isopores repletos de gelo picado. É quase uma "farofa", mas das boas.

Pitico
Pitico: o contêiner e as cadeiras de praia (Foto: Ricardo D' Angelo)

UM  ENDEREÇO SUSTENTÁVEL

Pitico, em Pinheiros, segue o estilo eco-friendly. O bar e a cozinha funcionam em contêineres reunidos em um antigo estacionamento, que ficou com cara de pracinha. As bebidas são servidas em copos de plástico para ser lavados pelo público assim que o drinque acaba. 

Wall Street Bar 04
Wall Street: preços das bebidas variam como numa bolsa de valores (Foto: Raul Zito)

DE OLHO DA BOLSA DE VALORES

Imitando uma bolsa de valores, o preço das bebidas do Wall Street oscila conforme o número de pedidos. Os clientes comandam a brincadeira de terminais de touch screen instalados nas mesas e acompanham a "cotação" nos letreiros eletrônicos nas paredes da casa do Itaim Bibi. 

Jet Lag Pub
Jet Lag Pub: decoração focada em aviação (Foto: Divulgação)

COMO SE FOSSE UM AVIÃO

Asa dobrável, altímetro e outras peças de avião estão expostas no salão do Jet Lag Pub, bar agitado por pop rock no Jardim Paulista. Rapazes barbados e vestidos de comissário de bordo circulam pelos ambientes servindo coquetéis criativos. 

Juicy J.
Johnie Wash: lava-rápido, loja de customização, oficina, palco de shows e até barbearia (Foto: Fernando Moraes)

PARA MACHÕES

Por 1 200 metros quadrados e três pisos, espalham-se lava-rápido, loja de customização de motos, oficina de motos e até barbearia. Tudo para agradar os machões, sem excluir as moças do programa, claro. O bar se situa logo na entrada. Vez ou outra, rolam shows de rock na casa.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO