Polícia

Bandido faz seis reféns dentro de bar em Perdizes

Polícia cercou o local na manhã deste sábado, 30, interditando parte da Rua Cardoso de Almeida

Por: Mariana Zylberkan - Atualizado em

Rua Cardoso de Almeida: interdição e presença do Gate
Rua Cardoso de Almeida: interdição e presença do Gate (Foto: Mariana Zylberkan)

Desde a manhã deste sábado, 30, um criminoso mantém seis reféns presos dentro do bar Bom Gosto, na Rua Cardoso de Almeida, esquina com a Rua Candido Espinheira, em Perdizes. De acordo com a PM, o bandido, junto a outro comparsa, participou de uma tentativa de assalto a uma loja da Casas Pernambucanas, localizada nas redondezas. De acordo com funcionárias do estabelecimento que não quiseram se identificar,  um homem entrou por volta das 9h30 anunciando o assalto. Outro ficou no carro, à espera. A dupla tentou levar de lá 37 celulares e 1 100 reais dentro de uma sacola. A polícia foi chamada e houve troca de tiros quando a primeira viatura da PM chegou. Segundo moradores, foram feitos cerca de sessenta disparos. 

O bar Bom Gosto: cerco policial
polícia cerca bandidos escondidos em bar no bairro de Perdizes (Foto: Mariana Zylberkan)

Um tiro de fuzil atingiu a parede de uma agência bancária em frente ao bar. Um dos bandidos entrou no local, ferido na perna. De acordo como dono do estabelecimento, Antonio Augusto Bonfim, o assaltante mantem três funcionários e tres clientes refens dentro da cozinha. "Ele chegou empurrando todo mundo e mandou chamar a imprensa", conta Bonfim. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) está conduzindo as negociações para a rendição do bandido e a libertação dos reféns. Segundo a PM, o assaltante, cujo primeiro nome é Tiago, já cumpriu penas por sequestro e roubo. 

Lojas Pernambucanas em Perdizes
Lojas Pernambucanas em Perdizes (Foto: Mariana Zylberkan)

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO