Feriado

Bandas e blocos de Carnaval

Aproveite os esquentas antes da folia começar

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Banda Redonda Plínio Marcos
O dramaturgo Plínio Marcos, um dos fundadores da Redonda: prêmio das mãos de Carlão, mestre da banda (Foto: Divulgação)

Veja algumas opções para quem gosta de marchinhas e saiba quando será o desfile das escolas do Grupo de Acesso:

  • Centrado em marchinhas de compositores paulistas do calibre de Adoniran Barbosa (1910-1982) e Paulo Vanzolini, o grupo Rancharia anima o bloco que circula pela Vila Madalena. Um trem elétrico esquenta os foliões. Serão vendidos acarajé, espetinhos e bebidas no caminho. Quem adquirir o abadá, que custa R$ 150,00, ganha desconto em peças de teatro predefinidas. Acontece dia 06/03/2011.
    Saiba mais
  • A tradicional banda arrasta há 34 anos foliões ao som de marchinhas pelo bairro do Bixiga. Passistas animam o público durante todo o percurso. Neste ano, o tema do desfle é “Nunca é tarde para ser feliz”.
    Saiba mais
  • A mais antiga banda ainda em atividade na capital, a Banda Redonda surgiu em 1972 com outro nome: Bandalha. Seu criador foi o dramaturgo e ator Plínio Marcos. A banda sai desde então do Teatro Arena e percorre as ruas da região sob o comando de Carlão, seu "general". Data do desfile: 24/2/2014 Hora: 19h Concentração: Rua da Consolação, 585 Região: Consolação
    Saiba mais
  • Organizada pelos metroviários desde 1981, tem como tema o centenário do cantor Adoniran Barbosa (1910-1982). Distribui chope, batida, confete e camisetas para quem acompanhar o coletivo. Animam a festança a rainha e a princesa do Trem Elétrico, eleitas por concurso. Acontece dia 04/03/2011.
    Saiba mais
  • Sob o comenado da mestre Bianca, o bloco conta com a participação de integrantes da ala mirim da bateria da Vai-Vai, além do reforço da bateria do Lavapés, um dos blocos mais tradicionais da cidade.
    Saiba mais
  • Estreia mais um bloco que atua no Baixo Augusta. De autoria dos criadores da festa Trash 80’s, dedicada às canções escrachadas dos anos 80, deve reunir os habitués e simpatizantes do projeto. Com saída da Rua Frei Caneca, percorre a região da Rua Augusta até chegar ao Clube Caravaggio, no centro, onde rolará um baile de máscaras. Acontece dia 04/03/2011.
    Saiba mais
  • No domingo apresentam-se oito agremiações do Grupo de Acesso, formado pelas escolas que não conseguiram se classificar para o Grupo Especial no ano passado. Elas entoam seus enredos na avenida durante cerca de sessenta minutos cada uma, a partir das 21h. A ordem dos desfiles é: Tricolor Independente, Colorado do Brás, Unidos do Peruche, Camisa Verde, Imperador do Ipiranga, Morro da Casa Verde, Leandro de Itaquera e Pérola Negra. Dia 15/2/2015.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO