Noite

Funk, soul e pop embalam as baladas deste sábado

Confira uma seleção de festas e casas noturnas para curtir na noite de hoje

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Beco 203
Balada Beco 203, na Rua Augusta (Foto: Facebook)

Se a ideia é esquentar o corpo em uma pista de dança, a noite deste sábado (11) oferece uma série de opções - a maioria na região central da cidade.

Quem gosta de indie rock e músicas dos anos 80 não pode perder a Decadance, que acontece no porão do Alberta #3, na Avenida São Luís. Já na Lions, na Brigadeiro Luís Antônio, a festa iFeelGood toca de Amy Winehouse a James Brown. Se a ideia é ir para a Rua Augusta, as opções são o Beco 203, LAB ou Astronete.

Confira outras festas abaixo:

  • Rock e indie rock em ordem quase cronológica das décadas de 80, 90 e dos anos 2000 são o som da Decadance. Neste sábado, os convidados de honra do residente Flávio Ghidalevich e os convidados Renata Porlan e Gisa Gabriel. No bar, garotões de xadrez e meninas com tatuagens bebericam chope Guinness. Dia 11/07/2015.
    Saiba mais
  • Depois de uma temporada no Anexo B, a festa iFeelgood, que mistura música brasileira com rock, soul, hip hop e jazz, tem uma nova casa: a Lions Nightclub. Na pista, ouve-se uma mistura de MPB, soul, jazz e hip hop resgatando hits das décadas de 70, 80 e 90. Os sets têm Elvis, Amy Winehouse, Ray Charles, Rita Lee, Jim Morrison e James Brown. Desta vez tocam Ale Salles, Beto Chuquer, Guss, Luísa Viscardi, Nyack, Shaka e Samuca. DIa 03/10/2015.
    Saiba mais
  • Sucesso na cena noturna de Porto Alegre há sete anos, o clube moderninho Beco 203 tem sua primeira filial na região do Baixo Augusta. O endereço costuma reunir gente disposta a dançar ao som de discotecagens de rock e shows de bandas alternativas. Vale a pena prestar atenção nos toca-discos sustentados por um fogão e uma lavadora de roupas de estilo retrô. Neste sábado, rola a festa História do Rock. Cada uma hora de música irá homenagear uma década. Das 23h à 0h, o público irá ouvir rock dos anos 50; da 0h à 1h, anos 60; em seguida anos 70, 80 e 90, e, por fim, das 4h às 5h, os anos 2000 vão dominar a pista. O line-up tem Fão Siciliano, Junior Passini e Fernando Galassi. Dia 26/09/2015.
    Saiba mais
  • A noitada é recheada de hits. No lobby, domina o rock de todas as décadas, passando pelo classic, indie, punk e ska. O porão tem pop e dance music, também com flashbacks, hip hop e funk. Romani, Leo Buccia, João Pedro Ramos, Candy Mel, da Banda Uó, ALF e André Burns são os convocados para o som. Fique atento ao bar: promoções de bebidas estão programadas para acontecer. Dia 01/08/2015.
    Saiba mais
  • Eletrônica / Rock

    Madame

    Rua Conselheiro Ramalho, 873, Bela Vista

    Tel: (11) 2592 4474

    Sem avaliação

    Inaugurado em 1983, o clube Madame Satã, na Bela Vista, marcou época com seu estilo dark. O endereço durou até 2007, quando já se mostrava decadente. Os sócios Gé Rodrigues e Igor Calmona (também do DJ Club e Nostro Mondo) resolveram reformar o antigo casarão de ares fantasmagóricos, mantendo  a maioria das características originais. Repleto de candelabros, sofás e lustres de pentagrama, o lounge, por exemplo, exibe clima pesadão. Para anunciar a nova fase, o nome passou a ser só Madame. Nesta semana, o lugar comemora um ano após a reforma com performances e atrações inusitadas, a exemplo de duelo de esgrima e degustação de vinhos. Revezam-se no som rock gótico e hits dos anos 80. Dica: vestir preto é praticamente obrigatório.

    Saiba mais
  • Rock / Rock

    Astronete

    Rua Augusta, 335, Consolação

    Tel: (11) 3151 4568

    Sem avaliação

    Localizado atrás de uma pequena porta no início da Rua Augusta, o clube costuma ficar abarrotado de roqueiros descolados de várias idades. A pista é decorada com paredes pintadas de vermelho e pôsteres de filmes eróticos antigos. As quintas são dedicadas ao rock clássico, com faixas que vão de MC5 a The Stooges. Já as sextas são embaladas por rock dos anos 50, 60 e 70. Alternam-se aos sábados festas especiais e a noite Corre, Cuca, Corre, de curadoria da produtora Cuca Couto.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO