Mistérios da Cidade

Avião abandonado será vendido em leilão por no mínimo 100.000 reais

Boeing pertencia à Vasp e estava abandonado no Aeroporto de Congonhas desde a falência da empresa

Por: Maurício Xavier [com reportagem de Carol Pascoal, Flora Monteiro e Pedro Henrique Araújo]

Mistérios da Cidade 2254 avião
Boeing 737-200 PP-SFI: abandonado após a falência da Vasp (Foto: Divulgação)

Fabricado em 1979, o Boeing 737-200 PP-SFI foi adquirido em 1998 pela Vasp, que o utilizou em linhas domésticas até 2005. Com a falência da empresa, ficou abandonado no Aeroporto de Congonhas. Seu destino será decidido em um leilão no dia 6, na Casa de Portugal, na Liberdade, pelo lance inicial de 100.000 reais. “Atrairá colecionadores e museus, como o da TAM”, acredita o juiz Daniel Carnio Costa, da 1ª Vara de Falências de São Paulo. Já as companhias aéreas não brigarão pelo sucatão. “Custaria uma fortuna colocá-lo em condição de voo”, diz Gianfranco Beting, diretor de comunicação da Azul.

+ O último voo de domingo: o corujão dos artistas

+ Como lidar com as crianças em viagens de avião

+ Maior avião do mundo pousa em São Paulo pela primeira vez

O Boeing 737-200 PP-SFI

Velocidade máxima: 830 km/h

Capacidade: 124 passageiros

Comprimento: 30,5 metros

Envergadura: 28,35 metros

Altura: 11,23 metros

Autonomia: 2.800 quilômetros

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO