TRÂNSITO

Vias na região do Pacaembu terão limite de velocidade reduzido

Motoristas poderão circular em até 50 quilômetros por hora nas avenidas Pacaembu e Doutor Abraão Ribeiro e Rua Major Natanael

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Avenida Pacaembu
Avenida Pacaembu, que passará a ter novo limite de velocidade a partir de segunda (Foto: Reprodução)

No cronograma de redução da velocidade de ruas e avenidas de São Paulo, medida que será concluída em dezembro, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) anunciou nesta quinta-feira (13) as próximas três vias que terão novos limites. A partir de segunda-feira (17), a velocidade da Avenida Doutor Abraão Ribeiro a Avenida Pacaembu e a Rua Major Natanael, na Zona Oeste, passa para 50 quilômetros por hora. Hoje, a velocidade permitida é de 60 quilômetros por hora. A criação de uma "zona 50" na cidade faz parte do plano de redução de acidentes viários da Prefeitura. Até dezembro, a prefeitura de São Paulo vai padronizar a velocidade máxima de 50 quilômetros por hora em todas as avenidas da capital, ou seja, as vias arteriais que fazem ligações entre bairros, têm semáforos e dão acessos a ruas secundárias. Os motoristas passarão a trafegar com o mesmo limite dos ônibus nas faixas exclusivas. As vias que permitem o acesso e a saída das arteriais, as ruas coletoras, deverão cair de 50 quilômetros por hora para 40 quilômetros por hora. O trecho de 4,4 quilômetros na Zona Oeste que terá redução de velocidade a partir de segunda conecta a Avenida Doutor Arnaldo à Ponte Jornalista Walter Abraão, conhecida como Casa Verde. De acordo com nota da CET, será mantida a velocidade regulamentada no trecho da lombada eletrônica da Rua Major Natanael, sentido Marginal Tietê, próximo à Praça Fagundes Varela, que já era de 50 quilômetros por hora. 

+ Confira as últimas notícias

Faixas começam a ser instaladas nesta quinta-feira (13) para orientar motoristas sobre a mudança com alguns dias de antecedência. "Para implantação da redução de velocidade no eixo serão utilizadas 40 novas placas de sinalização vertical de regulamentação e advertência, além de faixas de vinil e banners nos principais acessos, alertando os motoristas quanto à mudança", informou a CET em nota. 

Agentes da companhia vão acompanhar o comportamento do trânsito com a nova medida e estarão no local para orientar os motoristas.

SinalizaçãoA prefeitura de São Paulo afirmou que, três dias antes de reduzir a velocidade de qualquer rua da cidade, vai adotar duas medidas: sinalizar com faixas as vias que passarão pela mudança e enviar comunicado à imprensa divulgando os endereços com os novos limites. Iniciado em 2013, o Programa de Proteção à Vida implementou ações como as faixas de pedestres diagonais em cruzamentos de grande movimento, o "CET no seu Bairro", a implementação de "Áreas 40" em vias coletoras e o "Frente Segura" (bolsões de parada junto aos semáforos para motociclistas e bicicletas). "Com isso, pretende-se melhorar a segurança dos usuários do sistema viário, buscando a convivência pacífica entre todos", explicou a CET.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO