Cidades

Avenida Paulista é interditada por manifestação de policiais

Entidades representativas da polícia seguem em ato pedindo melhorias para a catogoria

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

manifestacao-paulista
Metalúrgicos também participaram de manifestação na Avenida Paulista nesta quinta-feira (4) (Foto: Reprodução / TV Globo)

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) pede para os motoristas evitarem a Avenida Paulista, na altura da Rua Peixoto Gomide e Masp, devido uma manifestação que ocorre nesta quinta -feira(4). O ato é liderado por policiais militares da reserva, agentes penitenciários e investigadores da Polícia Civil, que bloqueiam a via no sentido Consolação.

De acordo com a Polícia Militar, aproximadamente 500 pessoas participam da passeta. Por volta das 16 horas, a cidade registrava 46 quilômetros de congestionamento e até o momento nenhuma ocorrência foi registrada. O grupo seguiu para o vão livre do Masp.

Os manifestantes participaram hoje pela manhã de uma assembleia realizada na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. Eles reivindicam reajuste dos salários, redução da quantidade de carreiras na Polícia Civil, contratação de mais agentes penitenciários e diminuição na lotação das cadeias.

Vale lembrar que os policiais militares são impedidos de participar de greves e manifestações e, por conta disso, em alguns casos acabam sendo representados por familiares. Ainda na manhã desta quinta, uma outra manifestação comandada por bancários e metalúrgicos interditou uma faixa da Avenida Paulista.

Fonte: VEJA SÃO PAULO