Endereço

Com Muse e Arcade Fire, Lollapalooza ocupa<br> 600 000 m² em Interlagos

Saiba mais sobre o novo local e as novidades da terceira edição da versão paulistana do festival

Por: Mayra Maldjian - Atualizado em

Kaiser Chiefs Lollapalooza 2013
O líder da banda inglesa Kaiser Chiefs, Ricky Wilson, em 2013: expectativa de receber 160 000 pessoas na nova edição do festival (Foto: JF Diorio/Estadão)

Sede do principal evento turístico da capital, o GP Brasil de F1, que ocorre em novembro, o Autódromo de Interlagos vai balançar com o som e a fúria das estrelas da terceira edição do Lollapalooza Brasil, no sábado (5) e no domingo (6). A versão paulistana da superprodução americana ocupará 600 000 metros quadrados do circuito, área cinco vezes maior que a usada no Jockey Club nos anos anteriores. A mudança de endereço é reflexo de uma troca ocorrida nos bastidores em agosto: a Geo Eventos, empresa de entretenimento das Organizações Globo, passou o bastão para a Time for Fun, a maior do segmento na América do Sul, pelos próximos cinco anos.

+ Lollapalooza 2014: Saiba tudo sobre o festival

Durante dois dias, um a menos que em 2013, cerca de cinquenta atrações tocarão em cinco palcos. No ano passado, as bandas The Killers, Queens of the Stone Age e Pearl Jam tiraram 167 000 pessoas de casa. Agora a responsabilidade recai sobre os canadenses do Arcade Fire, os ingleses do Muse e os americanos do Nine Inch Nails e do Soundgarden. Outros clássicos do rock que devem atrair a atenção são New Order e Pixies. As apostas são a cantora pop neozelandesa Lorde e o duo eletrônico inglês Disclosure. “A dupla foi a atração mais difícil de contratar”, conta Alexandre Faria, diretor artístico da Time for Fun. Eles se apresentam ainda nas LollaParties, série de shows intimistas no Grand Metrópole e no Cine Joia, ambos no centro, por onde também passarão Muse, Cage the Elephant e Jake Bugg. 

Lollapalooza Bandas rock arte
(Foto: Veja São Paulo)

Para aguentar a maratona, a praça de alimentação de Interlagos ganha o reforço de food trucks e da feirinha gastronômica Chef’s Stage. Dá para trocar aquela fatia de pizza sem graça por um kebab do restaurante árabe Baruk ou um ceviche preparado pelo chef colombiano Dagoberto Torres. Os preços dos quitutes variam entre 3 e 21 reais e os 280 caixas aceitarão dinheiro e cartão de débito.

Com o maior espaço para o festival, alongue as canelas — a distância entre os palcos também aumentou, a fim de evitar o conflito sonoro — e tire as galochas do armário — se chover, um lamaçal poderá se formar, como no show do Iron Maiden em 2009, o último ocorrido por ali. Prepare também o itinerário, pois Interlagos fica a 20 quilômetros do centro e ir de carro deve ser uma furada: as vagas do estacionamento oficial esgotaram-se na venda on-line. A melhor opção é o transporte público.

Em defesa da causa, Perry Farrell, criador do evento e líder da banda Janes’s Addiction, concedeu a coletiva de imprensa, em outubro do ano passado, em um trem da CPTM rumo à arena, para anunciar as novas da edição 2014. A estação mais próxima do evento é a Autódromo, da Linha 9 — Esmeralda, e de lá a caminhada dura seis minutos. Para dar conta do público, estimado em 80 000 pessoas por dia, o intervalo entre os trens será reduzido de seis para dois minutos. Os shows se encerram duas horas antes do fim da operação (1 hora no sábado e meia-noite no domingo). Na saída, uma alternativa são os ônibus para o Terminal Santo Amaro. Haverá ainda 2 000 táxis à disposição. 

Lollapalooza 2014 Mapa Autódromo Interlagos
(Foto: Veja São Paulo)

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO