O COMEÇO DE UMA GRANDE HISTÓRIA

Ateliê Sustenta Capão

Um espaço gourmet sustentável em que pessoas dos centros urbanos interagem com moradores da comunidade

Por: - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Os irmãos José Carlos, 34, e Bruno, 25, moram no Capão Redondo, zona sudoeste da capital. José nasceu com o dom da gastronomia. Cria doces e pães de todos os tipos, dos sem glúten aos sonhos recheados. Bruno é empreendedor nato. Juntos, constroem o Ateliê Sustenta CaPão, uma referência de empreendedorismo social na cidade.

+ Conheça outras histórias inspiradoras

Trata-se de um espaço gourmet sustentável – um quintal à sombra de parreiras – em que pessoas dos centros urbanos interagem com moradores da comunidade. Cada detalhe contém material vindo de reciclagem ou reutilização da própria comunidade. Ideia de Bruno, que já trabalhou como lixeiro – “e com muito orgulho de vestir o uniforme e servir a comunidade”. Ele revela: “Sempre morei aqui. Crescemos os cinco irmãos com a mãe cuidando de tudo. As irmãs muito cedo tendo filhos e nosso entorno era sempre o lixo, o esgoto e o tráfico. Todo empreendedor social genuinamente sente em seu íntimo uma vontade de transformar alguma coisa. Conosco não foi diferente”.

E, dessa vontade, veio o Ateliê Sustenta CaPão, onde a mesa é farta – inspiração na falecida avó e matriarca, que ensinou José a cozinhar. Quem marca hora para desfrutar uma refeição (por meio da fanpage em rede social) tem direito a se servir em uma mesa enorme com variedades de pães artesanais, cerca de dez bolos de sabores como cacau, beterraba, banana ou tangerina, tortas e quiches, geleias, iogurtes, patês, além de café, chás e sucos naturais.

Investir para crescer

Todo o dinheiro que os irmãos e a equipe arrecadaram com o serviço – cafés da manhã, da tarde e brunches – tem sido investido na ampliação do espaço. As obras seguem até o fim do ano, e a casa está virando um sobrado. Com doações e muito esforço, o projeto está se expandindo. O ateliê já serviu de base para projetos em que grafiteiros da comunidade e de outras áreas criassem exposições a céu aberto no Capão. E no piso superior funcionará uma padaria, onde serão oferecidos cursos com foco no jovem ex-presidiário, visando a sua inserção no mercado ou a seu próprio negócio. Um projeto de muitos braços. “O Sustenta é um empreendimento social que oferece experiências gastronômicas, alimentação menos industrializada e o melhor pão de mel da cidade”, diz José.

O caçula Bruno complementa: “E é muito mais do que vender pães e bolos. É nossa vida. É o sonho de muitas pessoas depositado em nosso sonho. É ter no servir a intenção de transformar a si mesmo, objetos, coisas, alimentos e por que não a comunidade". E eles não param: o próximo desafio é conseguir um food truck. “Queremos oferecer cursos rápidos e atrair a juventude para a causa, para criarem seus próprios negócios. Vamos circular nas periferias de São Paulo”, conta o jovem empreendedor.

Vencendo os desafios

Em momentos diferentes, os dois participaram de um programa social implementado no Capão entre 2007 e 2012. Por meio dele, José virou funcionário da padaria orgânica PÃO, onde aprimorou suas técnicas na gastronomia por três anos. Bruno conquistou uma bolsa para estudar Gestão Ambiental. A ideia inicial era crescer na empresa de coleta de lixo com o diploma.

Mas chegou um ponto em que ambos se viram sem perspectivas de crescimento profissional. “E é no caos que o jovem líder empreende solução de baixo custo. Investimos R$ 70,00 para produzir os pães de mel para vender, que logo viraram R$ 200,00, e assim começamos o Sustenta CaPão”, comemoram os irmãos.

Nome: Bruno Horácio Pereira dos Santos e José Carlos de Anunciação

Profissão: Empreendedores sociais

Atitude transformadora: Criaram o Ateliê Sustenta CaPão, com a intenção de levar inspiração e técnicas em gastronomia, sustentabilidade, empreendedorismo e cidadania para jovens da periferia

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO