Balada

Astronete é lacrado pela subprefeitura da Sé

Administrador da casa diz que prazo para legalização e reabertura deve levar até três meses

Por: Leonam Bernardo - Atualizado em

Astronete
(Foto: Celso Tavares)

Aberto em 2007, o clube Astronete foi lacrado pela subprefeitura da Sé na tarde desta quinta-feira (3). Quem passa pela Rua Matias Aires, na região da Consolação, observa uma barreira de concreto em frente ao point de moderninhos de visual retrô.

Segundo o administrador do clube, Alessandro Padovano, o motivo alegado pela prefeitura é a falta de alvará de funcionamento. “Quando os proprietários alugaram o imóvel, ele estava com a planta irregular”, explica. “Foi dada a entrada para o alvará e, com a habitual demora, pensamos que estava indo tudo bem, mas, desde o fim do ano passado, começamos a receber visitas de fiscais.”

Padovano conta que, nos últimos meses, também foram registradas reclamações de uma vizinha por conta do barulho na casa. O fechamento, no entanto, não foi realizado por agentes do Psiu, o Programa de Silêncio Urbano do município.

“Vamos entrar com advogado e, se precisar, começamos tudo do zero. Isso pode demorar de um a três meses, não sabemos”, afirma Padovano. “A única certeza é que vamos reabrir.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO