Crianças

As Meninas do Conto costuram cinco divertidas fábulas

Entre as historietas, está "Pedro Palerma" e "O Sapateiro e os Duendes"

Por: Meriane Morselli - Atualizado em

As Meninas do Conto 2192
Fabiane Camargo, Helena Castro, Cristina Bosch e Danielle Barros: muitos personagens (Foto: Flavio Moraes)

O grupo As Meninas do Conto costuma fazer uma competente mistura de narração de histórias, teatro e música ao vivo. Do repertório da trupe, criada em 1995 pelas atrizes Simone Grande e Kika Antunes, constam as ótimas peças “Por que o Mar Tanto Chora” (2002), “As Velhas Fiandeiras” (2004) e “Buuuu!! A Casa do Bichão” (2008). Hoje, Kika está afastada da companhia e Simone, pela primeira vez, deixou de atuar para assumir a direção de um espetáculo. O resultado é a agradável Pedro Palerma e Outras Histórias, em cartaz no Sesc Ipiranga.

Diante de uma colcha de retalhos e uma geringonça musical, as atrizes Danielle Barros e Fabiane Camargo mais as percussionistas Cristina Bosch e Helena Castro revezam-se nos vários personagens de cinco historietas. Em “O Sapateiro e os Duendes”, dos irmãos Grimm, um artesão deixa o couro cortado em sua oficina e, misteriosamente, encontra os calçados prontos no dia seguinte. Na sequência, há dois contos coletados pelo folclorista Luís da Câmara Cascudo: “A Mãe d’Água” e “O Macaco Perdeu a Banana”. Escrita pelo francês Charles Perrault, “As Fadas” mostra uma garota que ganha o dom de produzir pedras preciosas e flores ao falar. Invejosa, sua irmã tenta obter algo parecido, mas as palavras dela são transformadas em sapos, cobras e lagartos.

Fecha o programa “Pedro Palerma”, de Hans Christian Andersen. Na divertida trama, três irmãos exibem seus talentos ao pedir a mão de uma princesa em casamento. Um deles borda suspensórios, o outro sabe dobrar guardanapos como ninguém e Pedro... bem, o caçula não sabe fazer nada de especial, mas tem uma criatividade...

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO