Terraço Paulistano

As festas em que figuras conhecidas de São Paulo começarão 2010

Virada à paulista

Por: Alvaro Leme - Atualizado em

fernanda motta_2145
Fernanda Motta: a modelo fluminense é “a cara” de Florianópolis (Foto: FELIPE CHRIST)

Em época de réveillon, pequenas colônias paulistanas costumam surgir Brasil afora — e, às vezes, no exterior também. Não por acaso, a pergunta “vai para onde no Ano-Novo?”, repetida à exaustão desde o início de novembro, causa inquietação entre socialites, colunáveis e aspirantes a um desses títulos.

■ Reunir gente bonita, jovem e com energia para se arremessar na balada é o principal atrativo de Florianópolis. A capital catarinense tem como uma de suas musas a modelo fluminense Fernanda Motta. Dona de uma mansão numa colina, com vista para um pôr do sol de cartão-postal, ela reúne muitas colegas de passarela tanto em suas festas quanto na filial do Cafe de La Musique, em Jurerê Internacional. Uma concentração de mulheres gatas com que qualquer marmanjo já sonhou. Para a ala feminina, funciona como atrativo a presença de rapazes cobiçados — em anos anteriores, estiveram por lá o príncipe de Mônaco Pierre Casiraghi e o empresário grego Stavros Niarchos.

■ Trancoso, que sempre vira uma mini-São Paulo no verão, vai bombar ainda mais. Além das tradicionais baladas da Praia do Taípe e da pousada Estrela d’Água, contará com mais uma festa do balacobaco. Trata-se do réveillon que o empresário Fernando Droghetti promove em sua pousada, em parceria com o arquiteto Jorge Elias. “Estou ajudando a convidar as pessoas e, claro, cuidando da decoração”, conta Elias, que entre a turma do high society é considerado o melhor anfitrião da cidade no momento. A dupla resolveu vender ingressos, que custam 400 reais, com bebida e comida incluídas. 

 
terraço_jorge elias_2145
Elias e a mulher, Lucila: balada em Trancoso a 400 reais por cabeça (Foto: Marcos Rosa)
Elias e a mulher, Lucila: balada em Trancoso a 400 reais por cabeça

 ■ Nenhuma festa, no entanto, promete ser mais exclusiva que a do empresário Henrique Pinto, na sua ilha, em Angra dos Reis. As pessoas, literalmente, se jogam ao mar para tentar entrar. Como já rolou congestionamento de barcos, ele pretende organizar credenciamento no Hotel do Frade. Batizada de The Decade Celebration, a festa marca o décimo ano consecutivo em que o mineiro, proprietário da construtora Tenda, recebe os amigos para a virada. Os 250 mais tops foram convidados para um jantar às 22 horas — os horários foram escalonados para não tumultuar a chegada —, mas Pinto e seu parceiro na balada, o empresário Márcio Camargo (sócio da grife Le Lis Blanc), esperam mais de 1 000 pessoas. Além de som do DJ Erick Morillo, haverá show de Preta Gil.

Vera Donato

Terraço_paulistano_2145_chateaubriant
Chateaubriand e Ramos: a festa concorrida no Edifício Chopin, em Copacabana, muda-se para cobertura chiquérrima no Leme (Foto: Vera Donato)

Chateaubriand e Ramos: a festa concorrida no Edifício Chopin, em Copacabana, muda-se para cobertura chiquérrima no Leme

 ■ E se enganou quem pensou que Bruno Chateaubriand e André Ramos, experts em promover animados réveillons no Rio de Janeiro, não receberiam com vista para o mar neste Ano-Novo. Eles, que se mudaram do Edifício Chopin, em Copacabana, para a Gávea (onde não tem praia), ocuparão o apartamento da socialite Marie Annick Mercier, no Leme. “O elenco de amigos continuará o mesmo”, diz Bruno. “Muitos estrangeiros, como sempre.” Como o prédio fica no início desse pedaço da orla carioca, os 200 convidados — vários paulistanos entre eles — poderão ver de um ângulo privilegiado a queima de fogos do dia 31. “Sem terem de virar a cabeça”, explica ele. 

 
terraço_2145_lucilia latino
Lucilia e Latino: sorrisos e animação na virada que a dupla promove no Guarujá (Foto: Veja São Paulo)
Lucilia e Latino: sorrisos e animação na virada que a dupla promove no Guarujá

■ O Guarujá ganha um quê de glamour na virada. Depois de mais de uma década começando o ano em Angra, a empresária Lucilia Diniz resolveu promover sua própria comemoração. Vai receber setenta convidados na suíte presidencial do Jequitimar, hotel de Silvio Santos, para seu Réveillon no Apê. O nome faz referência à música Festa no Apê, com sua letra finíssima, sucesso de seu mais novo amigo inseparável, Latino. Claro, o rebolativo cantor comandará os pickups e dará umas canjas ao microfone. “Eu era uma pessoa dura e engessada”, afirma Lucilia. “Ele me ensina a cada dia como é importante dar risada.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO