Restaurantes

Arturito: melhor variado

Por: Arnaldo Lorençato - Atualizado em

Coelho cozido ao cogumelo seco porcini guarnecido de tagliatelline na manteiga e sálvia: aroma intenso
Coelho cozido ao cogumelo seco porcini guarnecido de tagliatelline na manteiga e sálvia: aroma intenso (Foto: Mario Rodrigues)

Apenas um ano depois de ser aberto, o restaurante é eleito pelo júri de VEJA SÃO PAULO o melhor de sua categoria. Esse sucesso encontra respaldo no trabalho desenvolvido pela argentina Paola Carosella, de 36 anos. A chef desembarcou na cidade oito anos atrás para dirigir a cozinha do A Figueira Rubaiyat, sob a orientação do chef Francis Mallmann. Posteriormente, comandou o Julia Cocina, hoje transformado em Julia Gastronomia. Devota de Mallmann e da cozinha rústica feita com inspiração, ela abriu o Arturito junto de seus conterrâneos Luis Morandi e Patricia Scheuer, donos de três endereços badalados em Buenos Aires. No forno a lenha, continua a preparar um espetacular ojo de bife (R$ 64,00). Parte do contrafilé, a carne repousa em uma cura fria de sal e açúcar antes de ser tostada por fora e ir à mesa acompanhada de gremolata (a mescla de alho, salsinha e raspas de limão típica da Lombardia) e batata gratinada. Revela um aroma intenso o coelho cozido por quatro horas junto de cogumelo seco porcini e guarnecido de tagliatelline na manteiga e sálvia (R$ 56,00). Antes de passar a esses pratos principais, reserve-se para as lâminas de peito de pato, curado como um presunto, regadas de vinagre balsâmico envelhecido e escoltadas por pão italiano tostado (R$ 30,00). Na sobremesa, é inesquecível a pera assada no amaretto ao creme de baunilha sobre biscoito crocante (R$ 24,00). Da pequena carta de vinhos, tem grande saída o argentino Kaiken Malbec 2007 (R$ 66,00).

Rua Artur de Azevedo, 542, Pinheiros, 3063-4951 (76 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha dom.). Cc.: todos. Cd.: todos. Estac. c/manobr. (R$ 15,00). Couvert: R$ 10,00. Tem vinho em taça e permite levar seu vinho (R$ 42,00) www.arturito.com.br. Aberto em 2008. $$$ (de R$ 76,00 a R$ 125,00)

Fonte: VEJA SÃO PAULO