Mistérios da Cidade

Artista encontra 1 500 exemplares de plantas no Minhocão

Uma expedição foi marcada no domingo (12) pelo projeto Ervas SP para mostrar os vegetais ao público

Por: Maurício Xavier (com reportagem de Ana Carolina Soares) - Atualizado em

Projeto Ervas SP
Espécie de planta econtrada no Minhocão (Foto: Vitor Barão)

Quem passa pelo inóspito Elevado Costa e Silva não imagina que o viaduto é cheio de vida. Para confirmar, a artista visual Laura Lydia analisou cerca de 1 500 exemplares vegetais que brotaram espontaneamente (o popular mato) no asfalto da via e mapeou quarenta espécies.

+ Vídeo impressionante mostra como plantas carnívoras nascem e se alimentam em imagens aceleradas; assista

+ Feira do Meio Ambiente

No domingo 12, o chamado projeto Ervas SP fará uma expedição pelo local para mostrar as descobertas ao público. Quem participar ganhará um catálogo com fotos e informações sobre as plantas (veja algumas abaixo). Haverá ainda uma projeção de vídeo e uma oficina de desenho.

› Beldroega: da África, chega a produzir 10 000 sementes, que podem fcar dormentes por cerca de vinte anos.

› Brilhantina: usada para fins ornamentais, exige pouco do solo.

› Carrapicho: da América tropical, tem odor característico e é capaz de produzir até três gerações por ano.

› Erva-diamante: do Peru, é comum em acostamentos e usada na medicina popular.

› Ipê-de-jardim: nativo do México, foi trazido para cá com objetivos ornamentais e hoje é infestação séria em todo o país.

› Grama-forquilha: propaga-se por sementes e é muito disseminada no Brasil.

› Mentinha: exige solos ricos em matéria orgânica e bem supridos de umidade.

Fonte: VEJA SÃO PAULO