Mistérios da Cidade

Arte “post-it-moderna” na Galeria Melissa

A cada quinze dias, parede com mais de 35.000 papéis de cores chamativas fluorescentes é refeita

Por: Mauricio Xavier [com reportagem de Isabella Villalba]

Arte na Galeria Melissa - Mistérios da Cidade 2205
Interatividade: no detalhe há um inusitado “I love llamas”, com um desenho do camelídeo andino (Foto: Mario Rodrigues)

Uma fachada-mural gigante, com mais de 35.000 post-its. O objetivo da Galeria Melissa (Rua Oscar Freire, 827) era apenas criar uma releitura das cinco melhores decorações da entrada da loja. Mas a obra acabou mudando de rumo. “As pessoas começaram a se manifestar, escrever, desenhar...”, conta o gerente Fernando Serrudo. Em diversos idiomas, as mensagens mais comuns nos papéis de cores chamativas fluorescentes são recados apaixonados do tipo “Fulano ama Fulana”, brincadeiras com números de telefone de amigos encalhados e endereços de Twitter e MSN. Tem até um inusitado “I love llamas”, com um desenho do camelídeo andino. A cada quinze dias, a parede é refeita.

Fonte: VEJA SÃO PAULO