Na Vila Madalena

Arte fotográfica ganha mais uma loja especializada

DOC Galeria inaugura hoje (5) com a exposição “Libya Hurra”, de Maurício Lima

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Lybia Hurra mauricio
Libya Hurra: registro do foto-jornalista Maurício Lima nos últimos dias de Muamar Kadafi (Foto: Maurício Lima)

Responsáveis pela Mostra São Paulo de Fotografia, os jornalistas Fernando Costa Netto e Mônica Maia resolveram mudar de lado do balcão. A dupla lança hoje a DOC Galeria, na Vila Madalena, que vem se somar à Galeria de Babel e à Ímã Foto Galeria na lista de novas lojas dedicadas exclusivamente a essa linguagem.

“Atualmente, a fotografia está consolidada no mercado de arte e amplia suas fronteiras. Basta ver quantos lugares expuseram apenas fotos no último SP Arte [evento que reúne galerias e agentes, realizado no mês passado]. Nossa ideia é trazer novos artistas e recuperar trabalhos já feitos para inseri-los neste mercado”, destaca Mônica.

Para o lançamento, o espaço traz a exposição de seu primeiro artista agenciado, Maurício Lima. Premiado internacionalmente, o fotojornalista apresenta “Libya Hurra”, uma série de 20 imagens feitas durante a ocupação de Sirte, cidade natal de Muamar Kadafi, no conflito líbio de 2011.

As obras estarão à venda tanto na galeria, que conta com dois ambientes expositivos e escritório, como pela internet, por meio de um catálogo virtual. Todas terão certificação de autenticidade e autoria e serão reproduzidas em papel fotográfico de 305 gramas, seguindo os padrões internacionais.

Apesar de não falar em cifras, Mônica sabe da valorização que a fotografia conquista no mercado da arte. “Já ouvimos falar em vendas de mais de 60.000 reais, valores alcançados por telas que trazem o estatuto da obra única, mas que é possível também na fotografia. Ao mesmo tempo, a possibilidade das tiragens e a variação de formato facilitam o acesso dessas obras ao consumidor.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO