Bazinho Ferraz

“Eu jamais começaria um projeto desse tamanho sem antes pesquisar”

Presidente da XYZ Live defende a construção de arena multiuso no Jockey Club

Por: Carol Pascoal - Atualizado em

XYZ_live01
A projeção da fachada da obra:inauguraçãoprevista para julho (Foto: Fernando Moraes)

“Eu jamais começaria um projeto desse tamanho e com esse investimento (no caso, 18 milhões de reais) sem antes pesquisar todos os requisitos necessários”. A afirmação é de Bazinho Ferraz, presidente da XYZ Live, empresa do setor de entretenimento responsável pela Claro Live! House, arena multiuso em construção no Jockey Club de São Paulo.

 

Por determinação da Justiça, a obra estava paralisada desde segunda-feira (6). Entretanto, na sexta-feira (10) a juíza Liliane Keyko Hioki, da 3ª Vara da Fazenda Pública da cidade, revogou a liminar que impedia a construção da casa de espetáculos. 

Mesmo com alguns dias perdidos, a empresa segue com a mesma previsão de inauguração: julho de 2013.

A casa de espetáculos, capitaneada pela XYZ Live, foi embargada em 25 de março pela Subprefeitura do Butantã. A alegação era de que o aumento de área do local era inapropriado, porque o clube foi tombado em 2010 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat), portanto precisava de licenças especiais. “Não é um aumento de área, porque a casa é uma instalação móvel, ou seja, é temporária.”

Fonte: VEJA SÃO PAULO