Imóveis

As áreas mais cobiçadas da cidade

Os proprietários destes terrenos cansaram de receber propostas, mas ainda não fecharam negócio

Por: Mariana Barros - Atualizado em

Playcenter
(Foto: Cleiby Trevisan)
Playcenter
(Foto: Cleiby Trevisan)

PLAYCENTER

O parque de diversões é inquilino de uma área que há mais de dez anos é sondada pelo mercado.

ÁREA — 85.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 212 milhões de reais

 

Colégio des Oiseaux
(Foto: Mario Rodrigues)

ANTIGO COLÉGIO DES OISEAUX (foto: Mario Rodrigues)

Os dois lotes onde havia o tradicional colégio feminino administrado pelas Cônegas de Santo Agostinho ficam entre as ruas Augusta e Caio Prado.

ÁREA — 24.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 84 milhões de reais

+ As peripécias dos corretores que procuram terreno na capital

Fábrica Semp Toshiba
(Foto: Mario Rodrigues)

ANTIGA FÁBRICA SEMP TOSHIBA

Na Avenida João Dias, próximo à Marginal Pinheiros, ainda é utilizada pela empresa.

ÁREA — 27.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 81 milhões de reais

 

Fábrica nadir figueiredo
(Foto: Fernando Moraes)

FÁBRICA NADIR FIGUEIREDO

A facilidade de acesso por três vias distintas, uma delas a Marginal Tietê, é o principal atrativo.

ÁREA — 100.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 150 milhões de reais

E os espaços que são o sonho de consumo dos corretores

 

Dante Alighieri
(Foto: Divulgação)

DANTE ALIGHIERI (foto: Divulgação)

O colégio ocupa um dos quarteirões mais visados dos Jardins.

ÁREA — 15.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 202 milhões de reais

 

Clube Pinheiros
(Foto: Fernando Moraes)

CLUBE PINHEIROS (foto: Fernando Moraes)

Parte do espaço do clube poderia ser incorporada pelo mercado imobiliário.

ÁREA — 10.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 150 milhões de reais

 

Jockey Club
Jockey Club: palco da primeira edição do Lollapalooza no Brasil (Foto: Mario Rodrigues)

JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO (foto: Mario Rodrigues)

Uma das cocheiras mais caras do mundo fica na Avenida Lineu de Paula Machado

ÁREA — 3.000 metros quadrados

VALOR ESTIMADO — 15 milhões de reais

Fonte: VEJA SÃO PAULO