Trânsito

Cai o número de acidentes nas marginais após redução de velocidade

Levantamento da CET registrou queda de 27% no número de ocorrências com mortos e feridos

Por: Veja São Paulo

velocidade máxima Mistérios da Cidade 2218
Redução de velocidade: CET alerta motoristas por meio de placas e faixas (Foto: Fernando Moraes)

Após seis semanas da redução do limite de velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê, o número de acidentes com mortos e feridos caiu 27%. Balanço da Companhia de Engenharia de Tráfego demonstra que foram registrados 159 casos em 2014, contra 116 este ano.

Os dados comparam acidentes ocorridos no mesmo período do ano passado - 20 de julho a 30 de agosto de 2015 com 21 de julho a 31 de agosto de 2014. No entanto, levando em conta apenas vítimas fatais, houve redução de 50%. 

+ A redução do limite de velocidade nas marginais exige atenção dos paulistanos

Seis mortes foram registradas no ano passado. Já em 2015, o número caiu para três óbitos. Enquanto isso, os acidentes sem vítimas registraram queda de 15%, passando de 373 para 317.

A redução também contribuiu para diminuir a lentidão nas marginais. No pico da manhã, o trânsito nas caiu 8%, no pico da tarde, 22%, de um ano para outro. Também houve diminuição nos congestionamentos nestas seis semanas: 11%, no pico da manhã, e 19%, no pico da tarde.

+ Confira as últimas notícias da cidade

O objetivo da prefeitura é regulamentar em 50 quilômetros por hora o limite de velocidade em praticamente todas as avenidas importantes da cidade. Mais quatro vias de São Paulo terão redução de velocidade a partir da próxima quarta (9). Na Avenida Salim Farah Maluf, Rua das Juntas Provisórias, Rua Malvina Ferrara Samarone e Avenida Presidente Tancredo Neves, o limite de velocidade cairá de 60 quilômetros por hora para 50 quilômetros por hora.

Fonte: VEJA SÃO PAULO