Memória

Após dois anos, churrascaria Rodeio conclui obra de 2 milhões de reais

Pioneira na picanha fatiada, o restaurante reformou a fachada, renovou o bar e modernizou toda a estrutura ténica

Por: Maurício Xavier (com reportagem de Alessandra Freitas)

rodeio 1
O salão do restaurante em 1982: local de encontro de políticos (Foto: Silvio Ferreira)

Tradicional reduto de políticos e socialites há mais de meio século, a churrascaria Rodeio terminou na última semana uma reforma de 2 milhões de reais que levou dois anos para ficar pronta. A obra recuperou toda a estrutura do local, incluindo a fachada. Durante os trabalhos, ele permaneceu aberto aos clientes. “O máximo que ocorreu foi criarmos uma entrada provisória e paralisar o bar por quatro meses”, diz a superintendente Silvia Levorin.

+ Museu Lasar Segall reabre após reforma de um ano e meio

rodeio 2
Fachada do restaurante nos anos 80 (Foto: SOMMER ANDREY)

Na próxima terça (18), será realizado ali um jantar para 100 convidados. O evento tem como objetivo arrecadar fundos para o Instituto Arte de Viver Bem, ONG dedicada à luta contra o câncer. Fundado em 1958 na Rua Haddock Lobo, nos Jardins, o restaurante foi pioneiro na oferta de picanha fatiada, integrada ao cardápio no início dos anos 70.

+ Custos de reformas variam muito em cada região da capital

rodeio 3
Depois da restauração: investimento de 2 milhões de reais (Foto: Fernando Moraes)

Na década seguinte, ganhou vários concorrentes naquele pedaço, a exemplo de Buffalo Grill, The Place e Esplanada Grill. Só o Rodeio resistiu. Em 2011, o estabelecimento inaugurou uma filial no Shopping Iguatemi.

Fonte: VEJA SÃO PAULO