POLÍTICA

Após 39 dias foragida, "prefeita ostentação" se entrega à PF

Lidiane Rocha, da cidade de Bom Jardim (Maranhão), é acusada de desviar recursos que seriam destinados à merenda escolar 

Por: Estadão Conteúdo

Lidiane Rocha
Lidiane Rocha: desvio de dinheiro da merenda escolar (Foto: Reprodução)

A ex-prefeita de Bom Jardim (MA) Lidiane Rocha (ex-PP) se entregou na sede da Polícia Federal, em São Luís, no início da tarde desta segunda-feira (28). Ela estava foragida desde o dia 20 de agosto.

“Prefeita ostentação" vira destaque na imprensa internacional

Lidiane vai responder pelos crimes de peculato, associação criminosa e fraude à licitação. Alvo da Operação Éden, ela entregou-se por volta das 13h e estava acompanhada de advogados.

De acordo com o relatório final de indiciamento entregue pela PF no dia 17, a ex-prefeita, seu ex-namorado e ex-secretário de Articulação Política, Beto Rocha, e o ex-secretário de Agricultura Antonio Gomes da Silva sacaram 300 000 reais sobre contratos de merenda escolar. A prefeita foi cassada pela Câmara de Bom Jardim no dia 4 de setembro. 

lidiane
Prefeita mostra vida de luxo em postagens no Instagram (Foto: Reprodução)

Ela é suspeita de desvios de verbas da merenda escolar e fraude à licitação que podem alcançar 15 milhões de reais. Vaidosa, Lidiane Rocha, de 25 anos, exibia nas redes sociais imagens de uma vida de alto padrão para uma cidade de 40 000 habitantes à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil.

Carros de luxo, festas e preocupação com a beleza, o que inclui até cirurgia plástica, marcam o dia a dia da moça que candidatou-se pela coligação "A esperança do povo". Seu nome de batismo é Lidiane Leite.

Fonte: VEJA SÃO PAULO