Tecnologia

Aplicativos que ajudam na rotina das mães

Homenageadas neste domingo, 8, as mães contam hoje com uma série de aplicativos que oferecem ajuda do período da gravidez à hora de fazer as tarefas escolares

Por: Lika Rodrol - Atualizado em

Aplicativos Mãe Ilustração
(Foto: Negreiros)

Há alguns anos, uma gestante precisava ir ao consultório do obstetra ou mergulhar nas páginas de uma enciclopédia pediátrica para conseguir acompanhar e entender as fases de sua gravidez. Depois do parto, tinha de manter o controle de vacinas e remédios à base de agenda e caneta. Mais tarde, era necessário adquirir uma infinidade de pastas para guardar os desenhos da criança. E, finalmente, na adolescência, recorrer a uma extensa rede de informantes de modo a se manter atualizada sobre o paradeiro do filhão.

Tecnologia criança
Aplicativos: sempre cabe mais um no celular de mãe (Foto: Jamie Grill/ Getty Images )

+  Mãe de Isabella Nardoni está grávida

Hoje, várias dessas tarefas podem ser resolvidas ou muito facilitadas via smartphone. Existem aplicativos para celular destinados a auxiliar os pais em praticamente todos os estágios do desenvolvimento infantil e até mesmo durante a gravidez, como é o caso do Contraction Master, que traz informações sobre as contrações pré-parto. Entre as demais praticidades proporcionadas pela tecnologia, está também a do acompanhamento das tarefas escolares.

Aplicativos Mãe Ilustração
(Foto: Negreiros)

Com programas como o MonsterJoy, é possível monitorar a realização das lições de casa. Em meio a essa enxurrada de novidades, os especialistas alertam para o risco de um distanciamento paterno em relação à criança. “A tecnologia deve funcionar como apoio.

Os pais não podem terceirizar a criação dos filhos”, alerta a psicóloga Rita Clara Atanes dos Santos, especializada em infância. Para ajudar as mães na árdua missão diária, testamos e selecionamos alguns dos melhores aplicativos disponíveis no mercado, divididos em categorias. Preparadas para o download?

+ Ganhe até 1 800 reais pelo seu celular usado. Site promove compra e venda de aparelhos seminovos

gravida-latinstock
Gravidez: aplicativos acompanham as alterações semana a semana (Foto: Latinstock)

GRAVIDEZ

Bebê a Bordo

Desenvolvido pelo ginecologista e obstetra Flávio Garcia, trata-se de um companheiro para o período da gestação. A futura mãe recebe informações do desenvolvimento da criança nas quarenta semanas da gravidez, dicas de amamentação e do parto, assim como conselhos e frases inspiradoras. Sistema: iOS. Tamanho: 5,2 MB. Preço: 0,99 de dólar (cerca de 3,50 reais).

Contraction Master

Para quem pretende realizar um parto normal, ele explica o funcionamento das contrações em detalhes, com a previsão de início, intensidade, duração e outras informações. É possível encaminhar um relatório com os dados pessoais para o obstetra e criar gráficos. Em inglês. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 2,2 MB. Preço: 1,99 dólar (cerca de 7 reais) e Android (5 reais).

MãeGuru

Ele funciona como uma rede social exclusiva para mulheres. Os homens, ainda que sejam pais, não têm acesso. Nesse espaço, as mamães compartilham suas experiências, desabafam sobre a rotina do pós-parto e trocam confidências. As usuárias podem postar comentários ou formular perguntas anonimamente. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 16,4 MB. Preço: grátis.

+ Aplicativo avalia a acessibilidade de lugares para pessoas com dificuldade de locomoção

Minha Gravidez Hoje

É um acompanhamento diário do que está ocorrendo com o bebê. Após inserir os dados da gestação, surge uma ficha com a data prevista do nascimento e informações de temas como saúde, bem-estar, fitness e nutrição. Além de seguir cada fase da gravidez, a gestante pode fazer fotos da barriga e dividir experiências. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 54,9 MB. Preço: grátis.

Aplicativos Mãe Ilustração
(Foto: Negreiros)

SAÚDE

Appediatra

A ida ao pediatra ficará menos sofrida com o colorido e carismático Sussu, personagem responsável por entreter os pequenos durante as consultas. Ele mostra, por exemplo, como é um exame de garganta, ao pôr a língua para fora. A ideia é que a criança reproduza as expressões e se sinta mais à vontade nos procedimentos. Sistema: iOS. Tamanho: 50,4 MB. Preço: grátis.

Vacinação polío
Vacinação: apps ajudam a não perder nenhuma data (Foto: Agência Brasil)

Hora do Medicamento

A mãe preenche uma ficha com o nome do remédio e o intervalo entre as aplicações. No horário marcado, o programa se encarrega de emitir um aviso sonoro. É possível criar uma lista ilimitada de alertas e personalizar o serviço com toques e fotos. Ele também apresenta uma relação de locais que vendem o medicamento com menor preço. Sistema: iOS. Tamanho: 26,7 MB. Preço: 1,99 dólar (cerca de 7 reais).

Imamãe Workout

Propõe ter um professor de academia em casa. É desenvolvido para ajudar a mulher a voltar à forma no período pós-parto, aproveitando os intervalos de descanso do bebê para atividades físicas. Oferece quatro diferentes níveis de dificuldade e três partes do corpo a serem trabalhadas (ombros, pernas e corpo). Sistema: IOS. Tamanho: 38,6 MB. Preço: 2,99 dólares (cerca de 10 reais). 

+ EarPods: fones da Apple que têm algo a mais e você provavelmente nem sabia

Vacina em Dia

É uma agenda eletrônica com acesso ao calendário brasileiro de vacinação. Permite a consulta de acordo com a faixa etária, e as informações aparecem agrupadas por categoria (crianças ou adolescentes, por exemplo). A mãe insere a data de nascimento do filho e, quando a criança atinge a idade correta para determinada imunização, o programa envia um alerta. Sistema: iOS. Tamanho: 360 KB. Preço: 1,99 dólar (cerca de 7 reais).

Aplicativos Mãe Ilustração
(Foto: Negreiros)

EDUCAÇÃO

InClass

Ele ajuda a organizar a vida escolar do filho. Com visual que simula uma sala de aula, armazena a grade e o horário das disciplinas e oferece espaço para comentários sobre os professores. Recados de voz e toques sonoros alertam sobre a data de eventos, trabalhos e provas. Sistema: iOS. Tamanho: 27,2 MB. Preço: grátis (versão paga por 0,99 dólares, cerca de 3 reais).

Unibes
Para acompanhar a educação infantil: aplicativos ajudam a organizar a vida escolar (Foto: Fernando Moraes)

iTunesU

Disponibiliza o maior acervo mundial de conteúdo educacional gratuito com material de escolas e universidades, museus e entidades culturais. Os pais podem usá-lo como um aliado na hora de ajudar o filho a pesquisar conteúdo de qualidade. Sistema: IOS. Tamanho: 43,2 MB. Preço: grátis.

MonsterJoy

Em parceria com a escola, pais e professores trocam informações sobre as lições de casa e acompanham de perto o desenvolvimento dos alunos. A cada tarefa realizada e checada pelo mestre, o aluno ganha estrelinhas. Essas recompensas se acumulam em torno do garoto-propaganda do aplicativo, um monstro. O visual atrai a criançada. Há uma versão para menores de 10 anos e outra para estudantes acima dessa idade. Sistemas: Ios e Android. Tamanho: 7 MB. Preço: grátis.

+ Aparelhos da Samsung batem de frente com iPhones. Conheça os dois modelos

Primeiras refeições pós-amamentação: o ideal é escolher gorduras, proteínas e carboidratos
Como acompanhar o desenvolvimento dos bebês: da alimentação ao crescimento, em apps (Foto: Shutterstock)

BEBÊ

BabyBaby

Está com dúvida na hora de registrar a criança? O App disponibiliza um banco de dados de nomes, incluindo os mais populares entre os brasileiros. Para ajudar na decisão, a ferramenta relaciona o significado deles e até alguns apelidos. A mãe ainda pode ouvir frases com o nome para checar se a sonoridade lhe agrada. Sistema: iOS. Tamanho: 1,3 MB. Preço: 1,99 dólar (cerca de 7 reais).

Diário da Amamentação

Ele informa em qual seio o bebê mamou pela última vez, o horário e a duração da atividade. Inclui lista com as principais vacinas recomendadas para cada idade e endereços de bancos de leite. Como bônus, a mãe tem a chance de tirar dúvidas com um time de especialistas. O aplicativo também gerencia a troca de fralda. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 71,2 MB. Preço: grátis.

Baby Sleep Instant

Com mais de 90 000 downloads, a promessa é ajudar os bebês a dormir. São nove sons relaxantes, como os que remetem ao útero ou ao barulho da chuva. O aplicativo continua funcionando mesmo enquanto o celular é usado para outras funções. O usuário determina quanto vai durar o som emitido. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 22,5 MB. Preço: grátis.

ISitter

Com este aplicativo e uma conexão wi-fi, é possível monitorar o sono da criança. É preciso ter dois dispositivos (um celular e um tablet): um é posicionado próximo do bebê e o outro fica com o responsável. Em caso de movimento, os pais recebem um alerta. Sistema: iOS. Tamanho: 16,7 MB. Preço: grátis (versão paga por 1,99 dólares, cerca de 7 reais).

Mãe Coruja

Serve como um caderno de notas para ajudar na organização da rotina do bebê, em que a mãe marca a troca de fraldas, o tempo das sonecas e das mamadas. Também permite escolher sons para o sono do pequeno e estima o tempo ideal de descanso. Sistema: iOS. Tamanho: 26,6 MB. Preço: grátis.

+ Mãe aproveita licença maternidade e viaja o mundo com filha de apenas dois meses

SEGURANÇA

Ignore no More!

É o terror dos adolescentes que tentam “dar um perdido” nos pais. O programa deve ser instalado no telefone do responsável e no do jovem. Caso esse último não atenda uma ligação, o aparelho é bloqueado. Para adicionar outros integrantes da família, é preciso usar a versão paga. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 2,6 MB. Preço: grátis (versão paga por 5,99 dólares, cerca de 21 reais).

MamaBear

Serve para vigiar o comportamento dos filhos nas redes sociais. Os pais controlam o que é publicado e monitoram o vocabulário usado no WhatsApp, por exemplo. Nesse caso, o programa avisa quando palavras proibidas aparecem no visor da criança. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 25 MB. Preço: grátis (versão paga por até 24,99 dólares, cerca de 87 reais).

Qustodio

O dispositivo ajuda a mãe a controlar tudo o que é acessado no celular da criança ou no do adolescente. Também é possível estabelecer limites de tempo para o uso do aparelho e impedir o acesso a determinados sites. Por meio de um “portal familiar”, os pais recebem um relatório com as atividades do filho no mundo on-line. Sistema: iOS. Tamanho: 11,9 MB. Preço: grátis.

ARTE

23Snaps

Trata-se de um álbum virtual de família. Os momentos, sejam fotos ou vídeos, são armazenados em galerias. Há quem o use para criar um diário do crescimento do filho. Mesmo parentes sem smartphone podem acessar as fotos: uma funcionalidade permite receber tudo por e-mail. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 27,6 MB. Preço: grátis (versão paga por 4,99 dólares, cerca de 17 reais).

+ Maternidades atendem cada vez mais gestantes refugiadas e imigrantes

ArtKive

É uma forma de eternizar os desenhos das crianças e um dos aplicativos mais adorados pelas mães que amam guardar todas as “obras de arte”. Além disso, há a opção de fotografar a imagem e compartilhá-la com o restante da família (basta adicionar as pessoas de interesse). A pessoa tem mais de um filho? Sem problemas. Ele permite criar perfis diferentes e organizar os trabalhos por idade. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 60,6 MB. Preço: 4,99 dólares (cerca de 17 reais).

Art My Kid Made

Aqui o funcionamento é igual ao de uma rede social. Após tirar uma foto do desenho do filho, a mãe tem a opção de compartilhar a imagem no Twitter, no Facebook ou no serviço do próprio programa. O diferencial é que a criança pode mostrar seu trabalho e ver o que os amiguinhos desenharam. A diversão fica ainda maior com as ferramentas de edição das imagens e de efeitos visuais. Sistema: iOS. Tamanho: 19,1 MB. Preço: grátis.

BeeBaby

Um álbum de fotos sempre à mão. É possível salvar a data e a localização. Também permite que você compartilhe as fotos em outras redes sociais. Sistema: IOS. Tamanho: 25,8 MB. Preço: grátis.

 

MOBILIDADE

Saída da Escola

Ele agiliza a saída dos filhos no colégio. Em vez de o responsável enfrentar uma fila na entrada e ainda ficar aguardando a criança sair, esse sistema avisa o estabelecimento quando a pessoa atinge uma distância de 2 quilômetros do prédio da instituição. O usuário tem a opção de incluir vários endereços, caso os filhos estudem em locais diferentes. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 2,8 MB. Preço: grátis.

 

SERVIÇO

Cozi Family Organizer

Indicado para manter a família conectada com a rotina da casa. Programa as atividades, indica compromissos e envia lembretes para que todos fiquem por dentro do planejamento. Os membros também podem inserir aniversários e mural com fotos. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 45,3 MB. Preço: grátis (versão paga até 29,99 dólares, cerca de 105 reais).

+ Aplicativo Android Auto: para esquecer o celular enquanto dirige

MeuCarrinho

Serve para dispensar a lista de compras em papel. O consumidor cria uma galeria com seus produtos preferidos e recebe sugestões do programa. Uma das ferramentas permite escanear o código de barras de um artigo e deixá-lo sempre no topo da relação. Também é possível comparar preços em vários mercados. O usuário pode ter uma conta associada ao perfil no Facebook. Sistemas: iOS e Android.  Tamanho: 21,6 MB. Preço: grátis.

 

ENTRETENIMENTO

Animal Sound Box

Recomendado para crianças de 2 a 5 anos, o App tem como proposta ensiná-las a reconhecer o som dos animais. Os pequenos se divertem ao interagir com as figuras, bastante coloridas. Eles põem o dedo sobre o bichinho escolhido e escutam o barulho associado a ele. São mais de trinta opções de animal, desde as mais comuns, como cachorro e gato, até camelo. Sistema: iOS. Tamanho: 37,5 MB. Preço: grátis.

BebeMais

Desenvolvido com aval pedagógico e psicológico, colabora na percepção e na concentração e estimula a criatividade da criança. Há mais de 100 clipes educativos e livros que ensinam formas, cores, vogais e músicas. Os personagens são cativantes e a variedade é grande. É indicado para crianças de 0 a 5 anos de idade. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 281 MB. Preço: grátis (versão paga até 4,99 dólares, cerca de 17 reais).

+ Nova funcionalidade do Google Agenda ajuda você a cumprir todos os seus compromissos do dia

Color Me

Como colorir está na moda (inclusive entre adultos), essa é uma forma fácil de se divertir. Mas, neste caso, o caderno e o giz de cera são trocados por esta plataforma. A criança escolhe o desenho em uma relação disponível e pinta a figura com a ajuda de uma paleta virtual. A brincadeira é embalada por música. Sistemas: iOS e Android. Tamanho: 59,5 MB. Preço: grátis (versão paga por 0,99 dólares, cerca de 3 reais).

Divertida Mente

Sucesso nos cinemas, o filme homônimo da Disney Pixar ganhou versão em aplicativo. Como na telinha, a criança se diverte ao interagir com os personagens Alegria, Tristeza, Raiva e Nojinho por meio de um jogo. A animação é benfeita, mas os pequenos podem precisar da ajuda dos pais: os áudios são em inglês. Sistemas: Ios e Android. Tamanho: 123 MB. Preço: grátis (versão paga até 49,99 dólares, cerca de 175 reais).

  • Veja São Paulo Recomenda

    Atualizado em: 5.Mai.2016

    Confira as seis melhores atrações para curtir nesta semana
    Saiba mais
  • Cartas da edição 2476

    Atualizado em: 6.Mai.2016

  • Instant Article

    Confira as novidades da semana do Terraço Paulistano

    Atualizado em: 9.Dez.2016

    Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos e empresários que são destaque na cidade
    Saiba mais
  • Instant Article

    Uma pousada para os bonsais

    Atualizado em: 6.Mai.2016

    Loja especializada no cultivo e venda das tradicionais plantas japonesas também serve como 'hotel" quando o dono precisa viajar
    Saiba mais
  • Lugar em Santo Amaro produz réplicas de carrinhos feitos a mão
    Saiba mais
  • Publicações podem ser engraçadas, inpiradoras e até românticas
    Saiba mais
  • Empresa americana de produtos cosméticos triplicou o número de representantes no Brasil e planeja abrir fábrica no país
    Saiba mais
  • Alunos da rede pública estadual invadem a Assembleia Legislativa e pressionam deputados a assinar pedido de CPI para investigar a máfa da merenda
    Saiba mais
  • Neste ano, empresa deve faturar 24 milhões de reais vendendo às campeãs de queixas consultoria para melhorar a imagem
    Saiba mais
  • A rapper mirim de 12 anos faz sucesso na internet e em shows na metrópole
    Saiba mais
  • Moda

    A volta da moda do 'umbigo de fora'

    Atualizado em: 6.Mai.2016

    Esquecido por alguns anos, o visual faz sucesso entre adolescentes
    Saiba mais
  • As Boas Compras

    As Boas Compras: produtos para bebês e gestantes

    Atualizado em: 10.Mai.2016

    Presentes criativos e acessórios bacanas para mães e filhos recém-nascidos
    Saiba mais
  • Cozinha variada

    La Frontera

    Rua Coronel José Eusébio, 105, Higienópolis

    Tel: (11) 3255 8867 ou (11) 3159 1197

    VejaSP
    7 avaliações

    Depois da venda em setembro do Jacarandá, em Pinheiros, a sócia Ana Maria Massochi concentrou seus negócios na churrascaria Martín Fierro, na Vila Madalena, e nesta charmosa casa ao lado do Cemitério da Consolação. O menu sem bandeira e benefciado pelos efeitos da grelha, inclui sugestões como o polvo tostado com arroz de tomate e grão-de-bico (R$ 65,00). De origem italiana e em porção míni, o agnellotti de rabada e limão-siciliano ganha molho de manteiga de ervas (R$ 19,00). Antes, prove a salada de abóbora assada, tomate desidratado, rúcula, queijo de cabra e avelã (R$ 27,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha contemporânea

    Petí Gastronomia

    Rua Cotoxó, 110, Perdizes

    Tel: (11) 3873 0099

    VejaSP
    1 avaliação

    Nem parece que nos fundos de uma loja de pintura artística possa haver esse pequeno e charmoso restaurante. Menos ainda que ofereça um menu contemporâneo por apenas R$ 43,50. Assim é o Petí Gastronomia, aberto por Victor Dimitrow, de 26 anos, o chef revelação de 2016. Ele faz receitas mutantes com bela apresentação e harmonia de sabor. São pedidas como a tarte tatin de cebola com ricota defumada, rúcula e taioba e o peixe do dia ao molho cítrico com purê de cenoura defumada, alcachofra e compota de tomate. De tempos em tempos, Dimitrow abre as portas no jantar com uma degustação a R$ 95,00.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Se por um lado o termo pop-up costuma evocar uma ideia ruim (quem não detesta aquelas janelas que, do nada, pipocam na tela do computador?), por outro batiza uma proposta bacana. É a dos estabelecimentos temporários, que fecham com a mesma rapidez com que surgem, muitas vezes deixando um gosto de quero mais. Um restaurante nesse estilo ocupa, desde 9/5/2016, o espaço deixado vago pelo espanhol Arola Vintetres, na cobertura do hotel Tivoli São Paulo — Mofarrej. Chamado Pop Up 23, o lugar recebe cozinheiros badalados para servir menus degustação em sete etapas. Custa R$ 350,00 ou R$ 500,00 com vinhos. Obrigatórias, as reservas devem ser feitas por e-mail (popup23@tivolihotels.com) e exigem pagamento antecipado. Em revezamento com o filho Thomas, o chef televisivo Claude Troisgros, do carioca Olympe, acende os fogões entre 30 de maio e 12 de junho, Dia dos Namorados e único domingo em que a casa vai funcionar. Em seguida, assume as panelas o chef e açougueiro moderninho Renzo Garibaldi, do Osso, vindo de Lima, capital do Peru. O apagar de luzes do restaurante está marcado para 25 de junho, mas pode haver prorrogação. Fique de olho. Confira o cardápio de Thomas e Claude Troisgros: Menu degustação 30 de maio a 4 de junho: - Olho de boi curado, purê de beterraba acidulado - Ovo cozido com purê de azedinha e espuma de galinha caipira - Palmito azedo, beurre blanc de tucupi, queijo tulha - Cherne, mole de banana, uva - Endívia na brasa, lardo e mel de uruçu - Língua, babaganuche de jiló, couve-flor - Terra de chocolate, frutas vermelhas, sorvete de uísque Menu degustação 6 a 12 de junho: - Tartare de atum e foie gras com folha de batata-doce - Lula, aipim negro, vinagrete de quinoa e mel de jataí - Vieiras tucupi-caviar e purê de cará com coco - Robalo, salada de palmito, aipo, limão confit, consomê de shiitake-bacon - Ravioli de mandioquinha, iogurte grego, carne-seca crisp - Leitão confit, maçã fuji, farofa panko cacao - Broa na cachaça envelhecida, sorvete de milho, cupuaçu e agrião
    Saiba mais
  • Bares variados

    Brexó Bar e Cozinha

    Rua Tabapuã, 1470, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3812 8181

    VejaSP
    3 avaliações

    Virou um grande ponto de encontro de jovens até 30 anos. A esquina do endereço fca repleta de moças e rapazes arrumadinhos que vão celebrar a vida antes de partir para a balada. Na calçada ou no salão repleto de cadeiras coloridas, bebem-se cerveja em garrafa, chope e coquetéis. Saboroso, o drinque apelidado de menina veneno (uísque, suco de maracujá e geleia de pimenta; R$ 28,00) poderia ser mais picante. O taquito (R$ 28,00, três unidades), opção da ala do cardápio chamada de fit, é uma tortilha de trigo recheada de camarão e saladinha de repolho com creme azedo.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Explicar para uma criança que ela ganhará um irmão — e, logo, terá de dividir a atenção dos adultos — não é tarefa fácil. Os pais do menino Carlos Henrique (Nicolas Cruz) enfrentam esse dilema. O primogênito até tenta disfarçar a tristeza e o ciúme, mas não consegue. Para ajudá-lo a aceitar e curtir a situação, entra em cena uma das personagens mais queridas dos novinhos, que acumula 3 bilhões de acessos em seu canal no YouTube — a Galinha Pintadinha. No espetáculo Ovo de Novo, quinze canções são interpretadas pela Baratinha (vivida por Cássia Raquel, de fôlego impressionante). A trupe fica completa com a presença do Galo Carijó e de outros bichos que entretêm o protagonista e o fazem ver o aumento da família com outros olhos. A cantoria é contagiante, e os pais na plateia ajudam a engrossar o coro de vozes em músicas para lá de batidas como Se Essa Rua Fosse Minha e Borboletinha. Apesar de não inovar, o musical leva um clima festivo para o palco e inclui bonitos passos de dança apresentados pelos pais do garoto (Nando Moretzsohn e Mariana Jascalevich). Um desafio depois do fim da sessão: conseguir tirar as melodias da cabeça. Recomendado a partir de 2 anos. Estreou em 21/4/2016. Até 28/8/2016.
    Saiba mais
  • Se o assunto é museu, Yolanda Penteado (1903-1983) não pode ficar de fora. Ela foi uma das principais figuras na criação de importantes instituições paulistanas — sua biografia, na verdade, confunde-se com a própria história da cidade. A mostra Yolanda Penteado: a Dama das Artes de São Paulo é um paralelo entre a vida dessa paulista de Leme, município a quase 190 quiômetros da capital, e o boom do cenário artístico dos anos 40 e 50. Exibe fotos garimpadas do arquivo familiar e de amigos, apresentadas em um totem, além de relatos em áudio de especialistas sobre o período. Membro de uma família quatrocentona, Yolanda era sobrinha de Olívia Guedes Penteado, baronesa do café e patronesse na década de 20. Durante sua juventude, foi amiga de Assis Chateaubriand, dos Diários Associados, e arrancou suspiros do inventor Alberto Santos Dumont, a quem chamava carinhosamente de seu Alberto. Depois de seu casamento com Francisco Matarazzo Sobrinho, o Ciccillo, em 1947, Yolanda usou seu carisma e prestígio para pôr a metrópole no mapa internacional da arte. Ao lado do imigrante italiano, ajudou na fundação do MAM, em 1948, convencendo famílias abastadas a adquirir obras para sua coleção. Eles também organizaram as primeiras exposições da Bienal, fundada em 1951 e, até hoje, a mais importante do mundo, depois da de Veneza. Na segunda edição do evento, venceu a resistência de Picasso para conseguir o empréstimo de sua Guernica, emblemática tela que nunca havia deixado o MoMa, em Nova York. Yolanda foi ainda a principal figura na fundação do MAC, em 1962, para o qual doou seu acervo pessoal.
    Saiba mais
  • Musical / Drama

    Garrincha
    VejaSP
    Sem avaliação
    As frequentes temporadas paulistanas do encenador americano Robert Wilson, o Bob, despertam natural curiosidade. Foram sete espetáculos por aqui desde 2009, mas o da vez é o primeiro com produção e temática brasileiras Como se não bastasse, enfoca trajetória de um ídolo. Pelo olhar estrangeiro de Bob Wilson, Garrincha é pura beleza e poesia, mesmo ao enfocar tristezas e fracassos pessoais e futebolísticos. Não faltam aves tropicais como código de ironia e alusões ao clichê do país que supera os perrengues ao projetar um futuro melhor. A trajetória de Mané Garrincha (1933-1983) passa longe de uma narrativa convencional. Logo, embarque na viagem visual ou você se decepcionará por não encontrar uma história mastigada. A bela encenação, em formato de musical, reúne dezesseis atores em movimentos habilmente coreografados e diante de uma luz capaz de transformar cenas teatrais em instalações de artes plásticas. Raras são as falas, e as canções vão de Nervos de Aço, de Lupicínio Rodrigues, e É Com Esse que Eu Vou, de Pedro Caetano, a criações coletivas originais. No papel-título, o ator Jhe Oliveira surpreende pela espontaneidade com que desfila em cena em meio às rígidas marcações. Apoiado pela iluminação, ele se transmuta nas diversas fases do personagem e surge quase sempre com uma garrafa na mão. Mesmo em elenco tão numeroso e até excessivo, alguns outros também se destacam como Naruna Costa, que representa a cantora Elza Soares, e Luiz Damasceno, cuja forte presença disfarça sua inaptidão para o canto. Com Bete Coelho, Carol Bezerra, Claudinei Brandão, Daniel Infantini, Ligia Cortez, Roberta Estrela D’Alva, Robson Catalunha e outros. Dramaturgia de Darryl Pinckney. Estreou em 23/4/2016. Até 29/5/2016.
    Saiba mais
  • Acrobacias, maquiagens de palhaço e figurinos espalhafatosos, entre outros elementos circenses, sempre permearam as apresentações da banda O Teatro Mágico, criada em Osasco há pouco mais de doze anos. Com o tempo de estrada, a atmosfera quase adolescente, reforçada pelos joguinhos de palavras das letras do vocalista Fernando Anitelli, ganhou maturidade. No álbum Grão do Corpo (2014), por exemplo, a mudança se manifestou no cenário um pouco mais discreto dos shows e nos arranjos de guitarras certinhas, com uma ou outra intervenção do maracatu. Lançado agora, o sexto disco da turma, Allehop, tem pegada dançante. São dez faixas inéditas, produzidas com a assinatura do carioca Alexandre Kassin. A voz de Anitelli ainda se mostra calma e suave, como os fãs esperam. Ela aparece acompanhada, porém, de batidas animadas de sintetizadores e teclados, em referências bem próximas à disco music e ao rock dos anos 80. Esse clima festivo já fica claro na primeira faixa do disco, Um Filme. Na performance de lançamento desta semana, eles contam com a participação de Nando Reis no palco. Além do primeiro single de trabalho, Deixa Ser, desfilam no palco Foi Assim e Quando Se Distrai. Ainda há espaço para uma balada, Veredas, e Soprano, a única mais próxima do indie folk, com violão acústico e violino. Dia 13/5/2016.
    Saiba mais
  • Dona do Oscar 2011 de melhor atriz por Cisne Negro, Natalie Portman mostra-se uma talentosa diretora no comando do drama De Amor e Trevas. Trata-se da adaptação do livro homônimo de memórias de Amós Oz, de 77 anos, o mais importante escritor israelense da atualidade. Em recriação de época cuidadosa, a história começa em 1945. Oz, ainda menino e interpretado por Amir Tessler, mora com a mãe, Fania (papel de Natalie, atuando em hebraico), e o pai, Arieh (Gilad Kahana), em Jerusalém. Ele escuta as tristes lembranças maternas e já tem o dom de criar contos fantasiosos. Também autora do roteiro, Natalie volta-se para as origens judaicas e pincela sua trama de fatos políticos, como a criação do Estado de Israel, em 1948. Concentra-se, porém, na relação entre Fania e o filho. É através dos olhos dela que o pequeno Amós Oz passa a enxergar os conflitos do mundo — seja no embate entre judeus e árabes à sua volta, seja no distanciamento afetivo de seus pais. Estreou em 5/5/2016.
    Saiba mais
  • Terror

    Martyrs
    VejaSP
    Sem avaliação
    Martyrs é a refilmagem americana do terror franco-canadense Mártires (2008). Os irmãos Kevin e Michael Goetz pegaram o espírito do original e, com pouco dinheiro, injetaram muito sangue, adrenalina e tensão na trajetória de duas amigas. Ainda menina, Lucie (Troian Bellisario) foi sequestrada e torturada. Conseguiu, porém, escapar do cativeiro e passou a viver num orfanato. De poucas palavras e atormentada por demônios íntimos, ela se tornou amiga e confidente de Anna (Bailey Noble). O tempo passa e, já adultas, o horror tem início quando a vítima descobre o paradeiro de seus algozes. Começa aí uma explícita referência ao cinema de terror “gore”, em que as heroínas suam a camiseta colada para destroçar os inimigos e fazer justiça com as próprias mãos. Aviso: assim como ocorreu no recente A Bruxa, o desfecho pode não agradar à maioria. Estreou em 5/5/2016.
    Saiba mais
  • Comédia dramática

    O Maior Amor do Mundo
    VejaSP
    1 avaliação
    A primeira vez foi até simpática. A segunda, nem tanto. Agora, será preciso uma dose extra de boa vontade para embarcar (de novo!) numa comédia dramática que, na esteira de uma data comemorativa, entrelaça encontros e desencontros de um punhado de personagens. Depois de explorar o clima cor-de-rosa do Dia dos Namorados (em Idas e Vindas do Amor) e do réveillon (Noite de Ano Novo), o diretor Garry Marshall, de Uma Linda Mulher, repete-se com uma homenagem pueril às mães. Sobram conflitos familiares esquecíveis e tipos superficiais em O Maior Amor do Mundo, a começar pela apresentadora solitária de TV interpretada por Julia Roberts. A peruca chamativa da atriz, no caso, acaba roubando a cena. Mais sorte teve Jennifer Aniston, até convincente no papel de uma decoradora bem-sucedida às voltas com a arrepiante ideia de lidar com a nova madrasta jovem e bonitona dos dois filhos, interpretada por Shay Mitchell. Estreou em 5/5/2016.
    Saiba mais
  • A peste negra faz vítimas na Florença de 1348. Para não correr o risco da contaminação, um grupo de jovens se refugia num casarão nos campos da Toscana. A fim de espantar a tristeza, eles relatam casos que misturam sexo, amor e traição. Nascem assim os cinco episódios de Maravilhoso Boccaccio, dirigidos com leveza e sagacidade pelos veteranos irmãos italianos Paolo (84 anos) e Vittorio Taviani (86). Como aponta o título, são contos do escritor Giovanni Boccaccio (1313–1375), mais exatamente do emblemático Decamerão. Entre as deliciosas histórias está a de Calandrino (Kim Rossi Stuart). Esse sujeito inconveniente caiu numa “pegadinha” de dois colegas e acredita que uma pedra negra lhe deu o dom da invisibilidade. Numa linha mais romântica, também agrada a trama da esposa atingida pela peste, dada como morta e abandonada pelo marido. Mas outro homem está disposto a ver sua amada de volta à vida. Estreou em 5/5/2016.
    Saiba mais
  • O livro Mãos de Cavalo, do escritor Daniel Galera, virou Prova de Coragem na adaptação para o cinema realizada pelo diretor Roberto Gervitz (de Feliz Ano Velho). A trama enfoca o bom relacionamento de Hermano (Armando Babaioff) e Adri (Mariana Ximenes). Médico de uma cidade gaúcha, ele é surpreendido pela notícia de que será pai. A partir daí, a relação com a esposa desanda. O doutor não quer abrir mão de escalar uma montanha na Terra do Fogo e, por isso, Adri tem reações chiliquentas. Na intenção de mostrar a falta de maturidade para encarar a paternidade, o filme dilui o conflito e perde-se em situações confusas. Assim, arrasta o casamento dos protagonistas para uma DR aborrecida. Estreou em 5/5/2016.
    Saiba mais
  • Vida apertada

    Atualizado em: 10.Ago.2016

Fonte: VEJA SÃO PAULO