Comidinhas

Dizzy leva seus hamburgões para Santana

As melhores pedidas são os sanduíches clássicos e um tanto grandes

Por: Sophia Braun

dizzy2271
Dizzi Santana: salão moderno e cardápio idêntico (Foto: Fernando Moraes)

Quem passa pela movimentada Avenida Brás Leme, em Santana, logo nota que há carne nova no pedaço. Está ali, a poucos metros da tradicional Marques Hambúrguer, a primeira filial da lanchonete Dizzy.

+ Hamburguerias ampliam filiais na cidade

+ Descubra receitas sofisticadas desse clássico sanduíche

+ Conheça seis ótimas lanchonetes da cidade

O salão moderno segue a decoração da matriz, inaugurada em 1969 com apenas oito lugares e há dois anos completamente remodelada, depois de uma reforma. À frente do negócio estão Marcius e Marcus Temperani, filhos do fundador Osmar Temperani e responsáveis também pelo restaurante de comida brasileira O Compadre, no Shopping Lar Center. O cardápio, idêntico nas duas casas, foi incrementado com a modernização da marca. As melhores pedidas, porém, ainda são os sanduíches clássicos e um tanto grandalhões.

Apesar da descrição atraente, evite o hambúrguer coberto por queijo brie e mostarda de Dijon, acrescido de um insosso molho de tomate fresco (R$ 26,00). Prefira opções mais simples, caso do bem servido cheese salada (R$ 17,00). Por R$ 4,00 a mais, é possível trocar o bife de patinho pelo que leva picanha, mais alto e saboroso.

No caso de uma fome maior, desafie o apetite e encare o gigante dizzy “um pouco de tudo” (R$ 24,00), composto de tomate, alface, presunto, queijo prato, ovo, bacon, maionese e — ufa! — vinagrete. Escolhidos à parte, os anéis de cebola empanados (R$ 19,00 a porção e R$ 13,00 meia) estavam massudos na ocasião da visita, dia 16 de maio.

dizzyhamburguer
Hambúrguer "um pouco de tudo" (R$ 24,00): de presunto a vinagrete (Foto: Fernando Moraes)

Se ainda aguentar um doce depois, escolha da reduzida seção de sobremesas uma taça de sorvete (R$ 14,00) ou um milk-shake (R$ 20,00), ambos da marca La Basque. Na hora do cafezinho, fique atento. Deixe de lado o aguado expresso Inverno D’Italia (R$ 3,50) e solicite ao garçom um Nespresso (R$ 5,50).

COMIDA ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO