Mistérios da Cidade

Paulistanos investem em apartamentos com menos de 40 metros quadrados

Imóveis do tipo já representam 30% das unidades comercializadas pelas empreeiteiras

Por: Alexandre Noberschi (com reportagem de Alessandra Freitas)

apartamento decorado
Setin Downtown São Luis, na Bela Vista: 270 000 reais (Foto: Divulgação)

Apartamentos com menos de 40 metros quadrados viraram um nicho no mercado imobiliário da cidade, onde 13% da população mora sozinha. Eles se tornaram apostas das construtoras e hoje já representam quase 30% do total de unidades comercializadas na metrópole, de acordo com o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP).

+ Pesquisador organiza passeios a pé pela metrópole

Até setembro de 2017, o bairro da Bela Vista receberá o menor deles, com apenas 18 metros quadrados (foto). Para compensar o aperto e atrair compradores, as empreiteiras investem em um pacote de facilidades na área social,como estrutura home office, lavanderia, churrasqueira e bicicletário.

+ Loja em shopping recebe doações

Mas quem espera que o ambiente com pouco espaço seja condizente com um valor que caiba melhor no bolso pode acabar decepcionado. Uma unidade de 27,3 metros quadrados no Jardim Paulista, por exemplo, sai por 465 000 reais — mais de 17 000 reais o metro quadrado. O quadro mostra os menores produtos disponíveis na capital.

tabela apartamentos
Menores apartamentos disponíveis da cidade (Foto: Veja São Paulo)

Fonte: VEJA SÃO PAULO