Cidade

Anvisa proíbe venda de lote de geleia com larvas e pelo de roedor

Por meio de nota, empresa responsável por produto disse que havia detectado problema e já recolheu o lote

Por: Veja São Paulo

geleia pia
Fiscalização encontrou "matérias estranhas" em geleia de morango (Foto: Reprodução / pia.com.br)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e comercialização de lote de geleia de morango da marca Piá após a fiscalização ter encontrado pelo de rato e larvas mortas no produto. A determinação foi publicada nesta segunda-feira (22). O lote é o n. 2, com data de validade para 19 de novembro de 2016. Procurada, a Cooperativa Agropecuária Petrópolis, responsável pela marca, informou que já havia detectado o problema e recolheu o lote no dia 25 de maio de deste ano.

+ Moradores de Santos registram em vídeo inundação e forte ressaca

Segundo a Anvisa, o lote apresentou matéria indicativa de risco acima do limite máximo de tolerância. Foi encontrado no produto fungo filamentoso, presença de duas larvas mortas, pelo de roedor inteiro e “matérias estranhas indicativas de falhas de boas práticas”. 

+ Enem: Super-heróis em sala de aula viram estratégia de ensino

Por meio de nota, a marca informou que a origem do problema do lote em questão é a própria matéria-prima, no caso o morango utilizado na produção da geleia. “Os animais entram em contato com o fruto nas lavouras, no momento da colheita, antes de sua transformação na indústria. Durante o processamento industrial, que atinge altas temperaturas, são eliminados os microrganismos, mas os corpos estranhos que estão na matéria-prima podem permanecer”, informou.

+ Confira as últimas notícias

“A Cooperativa Agropecuária Petrópolis vai intensificar o treinamento e o monitoramento de boas práticas dos produtores de morangos para as próximas safras”, concluiu a empresa, no comunicado.

Fonte: VEJA SÃO PAULO