Arte

Antiga fábrica de luvas no Glicério vira palco de ocupação artística

O projeto I Scream será aberto ao público neste domingo (14) 

Por: Gabriela Boccaccio

I Scream
Quinze artistas foram convidados para debater a arte contemporânea na antiga fábrica de luvas (Foto: Rafael Menôva)

Um galpão de dois andares na Rua do Glicério, que já foi uma fábrica de luvas, será ocupado neste fim de semana por artistas do projeto I Scream. A iniciativa é dos alunos e ex-alunos da Faap Rafael Menôva, Nicole Plascak e Caroline Kielmanowicz. Quinze artistas foram convidados a fazer intervenções no local.

O projeto funciona como uma experimentação artística, sendo que os participantes terão apenas a manhã de sábado (13) para criar suas obras. Ao longo da tarde, as artistas Galciani Neves e Regina Parra discutem o processo criativo. O público interessado poderá acompanhar o debate, além de ver as obras no domingo (14), das 13h às 22h. A entrada é franca. 

+ Teste: quais passeios de São Paulo são esses?

O nome do evento é uma provocação e pode adquirir diversos significados. O grito e a vontade de se expressar podem ser extraídos pela leitura de I Scream (Eu grito, em tradução livre). Ele pode adquirir outro sentido ao ser lido como ice scream (sorvete). Rafael Menôva, produtor executivo do projeto, justifica a escolha: "Tem a ver com o formato relâmpago". Ainda que dure apenas um final de semana, o projeto demandou três meses de trabalho.

Onde: Rua do Glicério, 721. Domingo (14), 13h às 22h. Grátis.

Fonte: VEJA SÃO PAULO