Cidade

Inauguração do estádio do Corinthians teve Biro-Biro e Ivete Sangalo

Clube celebrou 103 anos em festa para mais de 3 000 pessoas no sábado (29). Evento foi o primeiro na nova arena do Timão

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Festa do Corinthians - Biro-Biro
Biro-Biro: ex-jogador foi o mais assediado (Foto: Reinaldo Iwasaki)

Com show de Ivete Sangalo e uísque Johnny Walker Red Label e espumante Santa Carolina à vontade, a festa de 103 anos do Corinthians realizada no sábado (28) foi o primeiro evento oficial a ser realizado no novo estádio do Timão, em Itaquera. “Isso aqui é uma pré-inauguração”, disse Flavio Ferrari Junior, diretor cultural do clube e responsável pela cerimônia. Ao todo, foram convidadas 3250 pessoas – entre diretores, torcedores e ex-jogadores. “Odebrecht, Casa Flora, Osram e Ambev patrocinaram o nosso evento”, informou ele, sem falar em valores.

A festa ocorreu em uma das alas do estádio. Foram colocadas taças do clube. “Olha a da Libertadores ali, a galera faz fila para fazer fotos”, diz Biro-Biro, todo orgulhoso. Ele foi o ex-jogador mais assediado (Neto e Zé Elias também compareceram). A cada passo que dava, era solicitado para fazer um retrato. “A gente aqui é uma família.” A mesma simpatia não teve o apresentador Serginho Groisman. Fazia cara de poucos amigos quando alguém pedia para tirar uma foto.

“Eu sou são-paulino, mas vim aqui porque minha filha Maíra é corintiana roxa”, contou José Eduardo Cardoso, ministro da Justiça. “Também vim representar o Lula.” O ex-presidente havia confirmado presença, não deu as caras. Alexandre Padilha, ministro Saúde, parecia estar em campanha política ao governo paulista: cumprimentava a todos. Ficou, no entanto, num espaço VIP destinado às personalidades.

O rapper Rappin’ Hood procurava por Andrés Sanchez no mesmo lugar de acesso restrito. “Quero falar para ele que valeu a briga quase de porrada que presenciei entre ele e um dirigente do São Paulo”, contou. A ocasião ocorreu há quatro anos na casa do então ministro dos esportes Orlando Silva, afastado após denúncias de corrupção.  “O Andrés prometeu que a abertura da Copa seria num estádio nosso.”

Embora o site do clube informe que 90% do estádio esteja pronto, a percepção é de que muito mais está por fazer. A parte da festa, no entanto, estava impecável. Chão e paredes revestidos com mármore, corredor amplo e telões de led de última geração. Muitos compararam o lugar ao ambiente de um “shopping de rico”. Na arquibancada, a distância entre as fileiras de cadeiras foi comentada – era preciso levantar para dar passagem se um colega do lado quisesse ir ao banheiro.

Os torcedores entoaram hinos do clube e, muitos deles, se emocionaram quando Sanchez comentou do feito histórico. “Agora temos o nosso estádio, onde vamos realizar muitas conquistas. Viva o Corinthians, viva a Zona Leste”, disse o ex-presidente alvinegro. Ivete Sangalo também jurou amor eterno ao clube. "Saiba que tem alguém na Bahia carregando o Timão no peito."

Fonte: VEJA SÃO PAULO