Noite

'Estou amando esses flashes', diz MC Anitta na reinauguração da Royal

Cantora se apresentou para cerca de 500 convidados na balada de Marcus Buaiz

Por: Juliene Moretti - Atualizado em

Anitta - Royal
Anitta: flashes e paqueras (Foto: Divulgação)

A nova empreitada da casa noturna Royal, que saiu do centro de São Paulo para se instalar na Vila Olímpia, começou nessa quarta (16), com festa fechada para 500 convidados. Para abrir a temporada, o empresário Marcus Buaiz escalou a MC Anitta, responsável por animar a primeira noite do palco da balada ao lado do MC Sapão. Enquanto Wanessa, esposa de Buaiz, e Zilu dançavam ao som de DJ Puff, a cantora se divertia no camarim com os quatro fotógrafos que não paravam de disparar flashes.

Aos 20 anos, a funkeira, na certidão Larissa Macedo Machado, começou sua carreira cantando na igreja do bairro de Honório Gurgel, subúrbio do Rio, aos 8 anos. Foi em 2010 que lançou os hits Fica Só Olhando e Menina Má nas rádios cariocas. Mas a repercussão nacional chegou com o clipe Meiga e Abusada, gravado em Las Vegas, que já soma mais de 1,6 milhão de visualizações no Youtube e a levou para programas de televisão. Atualmente, Anitta faz seis shows por semana pelo Brasil.

Entre caras e bocas, ela não esconde o quanto está adorando a fama. "E esse camarim que é enorme? Amei!", dizia enquanto ajeitava o cabelo e abocanhava um dos salgadinhos disponíveis. "Eu já me acostumei com os flashes e até com as pessoas me parando na rua. Era isso que eu queria, então, estou na minha melhor fase."

Você disse que se acostumou com os flashes. Já se acostumou com o público paulistano? Ainda não. Eles são muito sérios. E eu sou bem desbocada, faço brincadeiras e só falo m... Aí, eles demoram um pouco mais para se soltar.

Você já entrou em alguma enrascada por ser desbocada? Claro. Uma frase minha fora do contexto vira uma bagunça. Meu sócio diz que todo dia de manhã eu bato a cabeça na parede para ficar assim, falando como louca. Preciso me policiar mais. No fim, isso não importa. Meus fãs me defendem, eles dizem "Gente, ela é assim mesmo. Só fala besteira. E por isso, ela é legal".

É fácil arrumar namorado em baile funk? Humm... Acho que não. Quer dizer, não posso dizer muito porque não estou procurando. Estou solteira e aproveitando o meu sonho que está se realizando e não tem espaço para isso no momento.

Mas você tem alguma técnica para conquistar o cara? Por eu ser assim, mais desbocada, antes eu chegava mais. Agora, como tem muita gente olhando para mim, eu fico mais reservada nessa parte. E, na verdade, os caras que têm chegado mais. Eu não preciso fazer muito esforço. Só que eu também analiso mais. Procuro saber qual é o interesse real dele. Não entro em Facebook nem nada, prefiro o tête-à-tête.

Fonte: VEJA SÃO PAULO