Gente

"Tomo remédio na veia todos os dias", diz Andressa Urach

Ex-vice-miss-bumbum diz que enfermeira vai a sua casa diariamente aplicar antibióticos para combater inflamação causada pelo uso de hidrogel

Por: Tatiana Izquierdo - Atualizado em

andressaurach2
Agora repórter contratada da Rede Record, Andressa Urach está liberada para voltar ao trabalho (Foto: Tatiana Izquierdo/VEJA SÃO PAULO)

A ex-modelo e agora repórter contratada da Rede Record, Andressa Urach, está de volta ao trabalho, mas ainda enfrenta diariamente uma série de procedimentos para tratar a inflamação nas pernas causada pelo uso de hidrogel. "Já posso voltar para a minha rotina normal. Meu cortes e ferimentos nas pernas estão fechados e cicatrizados. Agora é trabalhar", disse à VEJA SÃO PAULO, enquanto participava da Hair Brasil, no Expo Center Norte, em São Paulo. 

+ Os riscos da aplicação do hidrogel

No fim de 2014, a ex-vice-miss Bumbum esteve na UTI entre a vida e a morte. Após sua recuperação, converteu-se fiel da Igreja Universal e é vista em cultos e também já deu depoimentos no Templo de Salomão. "Ainda estou tomando muitos antibióticos. Tenho 50 dias de tratamento pela frente, onde uma enfermeira vai diariamente à minha casa e aplica os remédios direto na veia. Estou com um acesso no braço para facilitar a aplicação e os resultados serem mais rápidos e eficazes", explicou Andressa.

andressaurach1
Sempre sentada, Andressa Urach tirou fotos com fãs durante a Hair Brasil (Foto: Tatiana Izquierdo/VEJA SÃO PAULO)

Sua nova fase inclui a estreia no programa Domingo Show, apresentado por Geraldo Luis. "Agora, como funcionária da Record, começo a trabalhar por lá nas próximas semanas, como repórter. Estou feliz pela minha nova fase", declarou.

Para cuidar do visual, já que a ex-modelo não está liberada para os exercícios físicos, ela conta que está mais atenta à alimentação. "Cortei bem os carboidratos porque não posso fazer exercícios físicos ainda e preciso controlar o meu peso. Além disso, estou fazendo muita drenagem linfática para retirar o excesso de líquido que acumulou na minha perna."

Fonte: VEJA SÃO PAULO