Gente

Andressa Urach afirma que tinha planos de tirar dedo do pé por vaidade

Em entrevista ao jornal inglês Daily Mail, a modelo diz enfrentar um "castigo de Deus" e que "viu os espíritos da morte a circulando"

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Após passar semanas internada, a modelo e apresentadora Andressa Urach decidiu abrir o coração em uma entrevista ao jornal britânico Daily Mail. Na reportagem, ela fala sobre seu atual estado de saúde e de que forma ela está encarando os problemas causados pelas diversas cirurgias plásticas que realizou nos últimos anos.

+ Hidrogel usado por Andressa Urach está irregular

Segundo a publicação, Andressa chorou muitas vezes durante a entrevista e disse que enxerga o que viveu como uma "segunda chance de Deus" para tentar consertar os erros do passado. "Estive cara a cara com a morte. Tudo o que eu tinha lutado para conseguir - beleza, bolsas, roupas, carro - tudo isso tinha ficado para trás. Foi o momento em que percebi que eu não era nada, que estamos apenas aqui neste mundo para salvar nossas almas", afirmou.

Andressa Urach
Estado de saúde de Andressa Urach é considerado grave (Foto: Reprodução Instagram)

A publicação chegou a identificar Andressa como Miss Bumbum, posto que não ocupou (foi vice), e estampou que os rumores sobre a suposta amputação das pernas da modelo "angustiaram os milhares de fãs devotos em todo o país".

Durante a conversa com o jornal, Andressa afirmou estar vivendo um "castigo de Deus" e que está "sendo punida por sua estúpida vaidade". "Eu daria tudo para voltar no tempo e fazer as coisas de forma diferente. Ninguém sabe o que eu estou passando, estou em constante agonia. Isso que eu estou vivendo é uma punição pela minha estúpida vaidade", completou.

+ Fotos da perna de Andressa Urach repercutem em sites internacionais

Sobre a compulsão por cirurgias plásticas, a modelo disse que ia ao médico como quem vai ao supermercado. "Tenho vergonha dos buracos nas pernas, as cicatrizes estarão lá para o resto da minha vida. Mas elas também são um troféu que eu tenho por estar viva. Era extremamente vaidosa. Tudo em busca da perfeição. A cirurgia plástica tornou-se um vício para mim. Mesmo quando o hidrogel começou a me causar problemas e eu comecei a removê-lo, estava na mesa de cirurgia planejando o próximo procedimento que eu queria fazer", confessou.

A modelo e apresentadora revelou ainda que os planos para mudar o corpo antes de ficar doente incluíam cirurgias nas costela e no pé. "Eu planejava ter uma das minhas costelas removidas para ficar mais magra, e tirar um dos dedos do meu pé para que ele ficasse mais fino. Eu estava fora de controle", confessou.

+ Andressa Urach é vista pela primeira vez após internação

Entre outros pontos da entrevista, Andressa contou que a obsessão pelo corpo perfeito começou quando ainda era uma criança e sonhava em ser uma paquita do programa da Xuxa. "Sempre me considerei feia. Eu era realmente magra para uma adolescente, e sofria bullying na escola. Não era alta o suficente para ser uma modelo de passarela ou comercial, mas queria ser famosa. Foi a sociedade que me disse como eu deveria ser se eu quisesse ser bem sucedida".

Segundo o Daily Mail, Andressa passou por dez cirurgias plásticas ao longo dos anos, para procedimentos diversos como correção do nariz, bioplastia facial, duas lipoaspirações, duas correções nos seios, diminuição dos lábios vaginais e duas outras cirurgias para injetar hidrogel e PMMA nas coxas.

arte-hidrogel
(Foto: Reprodução)

"Comecei a tomar esteróides mas não deu certo, então passei para as cirurgias. Coloquei 250 mililitros em cada coxa, mas eu achei que elas não estavam grandes o suficientes e coloquei mais 250 mililítros. Eu só descobri mais tarde que você não deveria ter mais de 50 mililitros. Fiz em uma clínica no Rio de Janeiro e o médico nunca me aconselhou a não fazer. Para ser honesta, eu não sei sequer se a clínica era legal, eu nunca perguntei. Eu só queria a cirurgia e não estava pensando nas consequências", comentou.

Andressa também relembrou o dia em que foi internada. "Em três horas, eu estava implorando para a minha mãe para chamar uma ambulância. A dor era absolutamente insuportável. Comecei a vomitar violentamente e minha pressão caiu. A dor era tanta que eu estava delirando. Aí, eu apaguei e fiquei em coma pelos próximos três dias", disse.

+ Andressa Urach desabafa na internet: "Nasci de novo"

Foi durante esse perído que a modelo afirma ter vivido uma experiência extra-corpórea e um encontro com Deus. "Estava em um lugar plano, vazio, muito tranquilo, sozinha. Senti que tinha morrido e sabia disso. Estava no dia do julgamento, mas não era Deus que estava me julgando, era eu mesma que me julgava. Não me sentia bem o suficiente para ir ao céu e abaixei a cabeça, sentindo tanta vergonha dentro de mim", comentou.

"Naquela noite, vi algo horrível, os espíritos da morte me circulando. Eles eram como nuvens negras, mas sob a forma de espíritos, e ouvi gritos. Um deles era mais preto do que os outros e eu sabia que era a morte que vinha para a minha alma. Lembro-me de entrar em pânico e gritar para minha mãe, pedindo-lhe para me ajudar, porque eu ia morrer", contou.

andressa-urach-hidrogel-1
Nas redes sociais, Andressa exibiu edema nas pernas, em decorrência da aplicação do hidrogel (Foto: Reprodução/Instagram)

Os problemas envolvendo a implantação do hidrogel começaram em 2013. Desde então, ela passou a sentir dores nas pernas. A dor é indescritível. É como se a minha pele e músculos fossem rasgados em pedaços. É uma dor terrível que vai diretamente para os meus ossos", revelou.

Sobre a repercussão envolvendo seu estado de saúde, Andressa disse que não está vendo as redes socias, porque isso a deixa deprimida. "Tive que tomar remédio para me acalmar. Mas agora eu só estou concentrada na minha recuperação, sabendo que tenho que ser paciente e viver um dia de cada vez", comentou.

Ainda na entrevista, a reportagem do Daily Mail questiona se ela tem algum arrependimento pelo fato de ter revelado seu envolvimento com o Cristiano Ronaldo, o que, de acordo com a publicação, foi considerado "um golpe de publicidade em busca da fama". "Se não fosse verdade, eu não mentiria para você agora. Foi o que aconteceu, sim. Mas eu não quero mais falar sobre isso. Estou mais preocupada com a minha própria vida, eu não quero incomodá-lo mais", comentou. A reportagem conta ainda que o filho de Andressa, Arthur, vestia uma camiseta do craque no momento da entrevista.

A modelo e apresentadora encerrou o papo com um apelo às mulheres. "Por favor, isso é um veneno que você está colocando em seu corpo, é um risco para sua vida. Não vale a pena. Acreditem em mim, eu descobri da maneira mais difícil", alertou.

Fonte: VEJA SÃO PAULO