Terraço Paulistano

Andrea Fasano é alvo da maledicência alheia

Boato dizia que o imóvel da Casa Fasano seria demolido para a construção de um edifício

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Andrea Fasano_terraço paulistano 2178
Andrea Fasano: boatos sem fundamento de que a sede de seu bufê seria demolida (Foto: Mario Rodrigues)

O nome da banqueteira Andrea Fasano esteve na boca dos mexeriqueiros. A turma da língua afiada espalhou pelas altas-rodas que o imóvel da Casa Fasano, no Itaim Bibi, seria demolido para a construção de um edifício. Não vai. “É tudo mentira”, rebate ela, que cobra 47 000 reais pelo uso do requisitado espaço por 24 horas e renovou o contrato de aluguel até 2015. Andrea é inquilina de seu primo Marcelo Aguiar Fasano. “Fornecedores e amigos ligam todos os dias para saber se a boataria tem fundamento.” Aliás, um cliente com casamento marcado para 2011 cogitou incluir no contrato de locação uma cláusula capaz de garantir a realização da cerimônia no lugar. “Alguém do meu ramo deve ter inventado isso”, diz ela, sem citar nomes. A Casa Fasano continua realizando quinze eventos por mês. “Sou maior do que qualquer fofoca”, afirma Andrea.

Fonte: VEJA SÃO PAULO