Mistérios da Cidade

Amyr Klink monta base que levará para Antártica

Por: Daniel Nunes Gonçalves [Fernando Cassaro, Filipe Vilicic, Sara Duarte] - Atualizado em

Os moradores do Jardim Novo Mundo, na Zona Sul, ficaram intrigados com uma estranha construção circular de 7 metros de diâmetro erguida na vizinhança. Reclamaram na Subprefeitura, pensando se tratar de uma loja vultosa em plena área residencial. Até que descobriram: é o novo brinquedo de Amyr Klink, o navegador paulistano que já deu duas voltas ao mundo e cruzou o Atlântico a remo. "Trata-se de um icosaedro, mas pode chamar de domo geodésico", explica Klink, que levou doze horas para montar em seu quintal a estrutura de 2 toneladas de alumínio aeronáutico avaliada em 40?000 reais. Ele pretende criar ali um jardim suspenso – e depois remontar o globo em uma base na Antártica.

Fonte: VEJA SÃO PAULO