Polícia

Alunos dão biscoito envenenado a professora na Bahia

Escola suspeita que o doce estivesse com chumbinho

Por: por Veja São Paulo - Atualizado em

Alunos dão biscoito envenenado para professora na Bahia
Escola onde ocorreu o envenenamento (Foto: Lúcio Távora | Ag. A TARDE)

A professora Edinalva Soares é professora do segundo ano da escola Educandário Santana Amorim, que fica na periferia de Salvador. Durante o  recreio da sexta-feira, 31 de outubro, três alunos com idade entre 7 e 8 anos lhe ofereceram o biscoito com chumbinho, um veneno para matar ratos.

+Transporte público tem reforço neste fim de semana para o Enem

+Vitórias de Fittipaldi e acidentes: as fotos históricas de Interlagos

Pouco tempo depois, Edinalva passou mal e precisou ser levada ao Hospital Roberto Santos, para fazer uma lavagem estomacal. Como a quantidade de veneno ingerida foi pequena, ela recebeu alta médica pouco depois, mas só deve voltar às aulas na próxima semana.

Segundo a direção da escola, as próprias crianças contaram que haviam colocado o veneno no biscoito logo após a professora ingeri-lo, mas ela só acreditou nos alunos quando começou a passar mal. O caso não foi registrado em delegacia, mas a instituição informou que afastou os estudantes e acionou o Conselho Tutelar. O órgão informou que vai ouvir os pais dos meninos envolvidos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO