turismo

Dólar dispara e viajantes procuram opções para gastar menos

Europa e destinos Brasil estão entre as alternativas; agências de viagem recomendam ainda planejar os passeios com antecedência para organizar as finanças

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Miami
Miami: a cidade é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros (Foto: Divulgação)

A valorização do dólar vem assustando quem planeja viajar para fora do Brasil, sobretudo para cidades norte-americanas. Em 23 de fevereiro, a moeda superou 2,90 reais pela primeira vez em mais de dez anos. Segundo Cleiton Feijó, diretor comercial da operadora Nascimento, esse sobe-e-desce gera uma incerteza nos clientes que começam a planejar melhor suas viagens. Feijó percebeu também uma mudança de hábito: “A procura por destinos nacionais dobrou se compararmos janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado”.

+ Turismo bate recorde no início do ano

+ Férias em Salvador: vinte programas imperdíveis

Não é só o Brasil que virou segunda opção. “A Europa também  está começando a se destacar pela desvalorização do euro, logo, o barateamento da viagem”, conta Roberto Vertemati, diretor da rede de varejo da operadora CVC. Esse movimento pode ser visto em números da empresa de 2014 - os embarques de brasileiros na CVC para a Europa cresceram mais de 20% em relação a 2013. No câmbio desta terça (3), 100 reais compram 34,42 dólares ou 30,77 euros. A moeda da união europeia ainda é um pouco mais cara, mas como não oscilou tanto ultimamente conquistou viajantes que pretendiam ir aos Estados Unidos.

+ São Roque: para passar um dia ou o fim de semana inteiro

ciclovia paris
Ciclistas em Paris: embarques para a Europa cresceram 20% (Foto: Glowimages)

De acordo com a CVC, em fevereiro do ano passado, por exemplo, um pacote com hospedagem de quatro dias em Miami, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros, com passagem de ida e volta  custava 2 362 reais. No mesmo mês de 2015, o roteiro saiu por 2 698 reais. Vertemati adverte que, mesmo com a alta do dólar, o cliente ainda pode realizar as viagens, mas deve considerar algumas alternativas. "Ao invés de ficar em um hotel cinco-estrelas, a família opta por um inferior ou reduz roteiro”, sugere. Até porque, para quem visita os Estados Unidos, boa parte dos gastos se concentra nas compras e não em passagem e hospedagem. 

Para limitar as despesas, Vertemati e Feijó indicam o cartão pré-pago, que ajuda a planejar com antecedência o orçamento. Mas há a desvantagem do IOF de 6,38%. Para quem vai usar dinheiro em espécie, o IOF é de 0,38%. 

salvador
Elevador Lacerda, em Salvador: destinos no Brasil se tornaram opção com o dólar a 2,90 reais (Foto: Divulgação)

+ São Luiz do Paraitinga: lugares e passeios imperdíveis

Outra estratégia da companhia é apostar cada vez mais na venda antecipada da viagem, de doze para até dezoito meses antes do embarque, o que facilita o planejamento financeiro. A CVC, por exemplo, já está comercializando pacotes com preços definidos para embarques até dezembro de 2016.

Algumas opções de pacotes pela CVC para dezembro de 2015:

Porto Seguro

5 noites de hospedagem e passagem de ida e volta 

Saída em dezembro de 2015 

Pacote inicial de R$ 920,00

Paris

5 noites de hospedagem e passagem de ida e volta 

Saída em dezembro de 2015

Pacote inicial de R$ 4 450,00

Miami 

5 noites de hospedagem e passagem de ida e volta 

Saída em dezembro de 2015

Pacote inicial de R$ 3 710,00

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO