Roteiro

42 menus executivos para comer bem gastando pouco na hora do almoço

210 diner, Kinoshita, D.O.M. e mais restaurantes bacanas que servem refeições completas de 31 a 92 reais por pessoa

Por: Sophia Braun e Victória Kennedy - Atualizado em

Cantaloup - almoço executivo
Cantaloup: pescada amarela em crosta de ervas e purê de mandioquinha (Foto: Tadeu Brunelli)

Na tentativa de ter o salão sempre cheio, muitos restaurantes propõem menus fechados a preços atraentes na hora do almoço. Servidas de segunda a sexta (ou conforme o funcionamento do lugar), essas refeições geralmente compostas de entrada, prato principal e sobremesa são boa alternativa conhecer para endereços badalados sem esfolar o bolso.

É o caso do Gero, nos Jardins, que apresenta o cardápio mais salgado desta seleção de VEJASAOPAULO.COM.BR. O valor de 92 reais por pessoa não é nenhuma pechincha, está certo. Mas representa uma economia considerável em relação ao jantar à la carte, quando o gasto médio chega a ultrapassar 175 reais.

No outro o extremo, o Las Repas serve o combo mais em conta dentre os 45 listados abaixo. Por apenas — e aqui é apenas mesmo — 31 reais, chega à mesa entrada e prato principal com dois acompanhamentos . 

Em alguns endereços, porém, o preço é variável: os comensais escolhem um prato principal e "ganham" as demais etapas da refeição. Há ainda casas premiadas pelo especial "Comer & Beber" 2013, como o Jiquitaia, melhor menu executivo de até 50 reais. Completa a seleção o A bela Sintra, como melhor português.

+ "Comer & Beber" 2013: os melhores restaurantes da cidade

No D.O.M, a sommelier Gabriela Monteleone levou primeiro lugar na categoria, além do chef revelação Stefano Impera, do Emiliano e do chef do ano, Jefferson Rueda, do Attimo. Também estão na lista alguns ganhadores pelo voto popular, como o Brasil a Gosto, eleito melhor restaurante brasileiro, o Così, italiano número 1 da cidade e Bella Masano, do Amadeus, melhor chef do ano de acordo com o público. 

Veja abaixo a relação completa de menus executivos:

VARIÁVEL

Kinoshita
Kinoshita: uma das etapas do menu takê (Foto: Divulgação)

210 Diner: em vez de oferecer um menu a preço fechado, propõe que o cliente escolha um grelhado e peça uma entrada e uma guarnição como 'cortesia'. Paga-se, portanto, apenas o valor da carne. O hambúrguer bovino sai por 32 reais. Já o peito de frango marinado custa 35 reais. Servidas à parte, as sobremesas custam de 21 até 24 reais.

A bela Sintra: dispõe de um cardápio de almoço à la carte com preços reduzidos em relação ao jantar. Ao meio-dia, o bacalhau à lagareiro com batatas ao murro baixa de 157 reais para 98 reais, por exemplo. De segunda a sexta, a chef Ilda Vinagre também sugere algumas criações rotativas, caso do filé de pescada grelhado ao molho de camarão guarnecido de arroz perfumado por limão-siciliano (48 à 52 reais).

Eau French Grill: 71 doi entrada e princi e princ sobr. 82 tere tempos propõe três formatos de almoço. Os pratos variam a cada semana. Outra opção é o executivo, em duas (68 reais) ou três (75 reais) etapas.

Kinoshita: para provar as criações quentes e frias de Tsuyoshi Murakami à la carte, é preciso desembolsar até 360 reais por pessoa. Daí a vantagem do almoço executivo, apesar de menos sofisticado. A sequência chamada de takê, composta de quatro minipratos e uma sobremesa, sai por 49 reais. Com uma sugestão fria a mais, a matsu tem o preço de 68 reais. Também passou a oferecer um menu de frutos do mar empanados e outro vegetariano (60 reais cada um).

Lasanha, da Tappo Trattoria - MENU EXECUTIVO
Lasanha à bolonhesa, da Tappo Trattoria: montada na hora (Foto: Divulgação)

Rive Gauche: os chefs Marc Le Dantec e Giampiero Giuliani oferecem duas opções de menu a 51 reais por pessoa. Ambas incluem couvert e prato principal. Os comensais podem escolher acrescentar uma entrada ou uma sobremesa. A refeição completa, quatro etapas, sai por 58 reais.

Ruaa: passou a abrir durante o almoço e lançou um menu exclusivo do horário, mais econômico. Três combinações entre prato principal, entrada e sobremesa, mudam a cada semana, no preço de 40 reais. O cliente ainda pode escolher um prato principal do cardápio à la carte e “ganha” uma saladinha e uma sobremesa. Entre as receitas, está o bife de chorizo com crocante de cebola, purê de batata e chimichurri (52 reais) e o sanduíche de pernil com chips de mandioquinha e vinagrete de pimenta cambuci (26 reais). 

Tappo Trattoria: o almoço executivo funciona de um jeito diferente. Os comensais escolhem um prato principal do cardápio à la carte e ganham uma entrada e uma sobremesa de cortesia. O preço do almoço varia, portanto, conforme a receita escolhida. A lasanha à bolonhesa montada na hora sai por 44 reais. 

Ella.
Ella: pratos à la carte podem aparecer no menu do almoço (Foto: Lucas Lima)

ATÉ 50 REAIS

Le Repas [31 reais]

Inclui entrada, prato principal e dois acompanhamentos que podem ser salada melangé, rataouille, batata rústica ao alecrim, purê de mandioquinha, tomate recheado com cuzcuz, penne ao pesto de manjericão ou arroz com ervas. Para adoçar a refeição sem esfolar o bolso, as sobremesas ganham preço promocional no almoço: 8 reais. Além do menu executivo, há sempre uma opção de prato do dia (28 reais).

■ Obá  [34,00 reais] 

A entrada aparece em até quatro sugestões fixas. Já o prato principal muda todos os dias. Oferece também opções vegetarianas. Entre as sobremesas, aparece um par de petits fours. Se a fome for pouca, é possível optar pelo prato feito por 23,00 reais.

Ella. [35 ou 37 reais]

A pequenina casa italiana em Pinheiros é comandada pelo chef Alexandre Romano, que trabalhou no Fasano e no Aguzzo Cucina e Vino. Se os pratos à la carte ganham preços bem camaradas, na hora do almoço entra em cartaz um menu ainta mais tentador. Diferentes a cada semana, as sugestões podem incluir polenta com ragu de linguiça toscana e cogumelo, risoto de polvo e cannoli. A combinação massa e sobremesa  sai por 35. Já uma carne ou peixe acompanhada de entrada e sobremesa custa 37 reais.

Jiquitaia
Jiquitaia: refeição completa por R$ 35,00 (Foto: Fernando Moraes)

Jiquitaia [39 reais]

Consagrou-se por servir refeições completas a preços razoáveis no almoço até mesmo no jantar (59 reais) — uma raridade na cidade. Entre as receitas de inspiração brasileira, o picadinho de filé-mignon escoltado por um ovo frito, arroz e farofa aparece nas terças. Como entrada, todos os dias são oferecidos uma opção de sopa e outra de salada.

■ Éclat [37 reais]

Elaborado pelo chef Rodrigo Fischer, traz diariamente diferentes opções para o menu executivo. Ainda há a opção de prato do dia, por 29 reais, com pratos populares como a feijoada, acompanhada de couve, arroz, farofa, vinagrete, banana a milanesa e molho de pimenta, servido na quarta e no sábado, quando o prato sobe para 49,90 reais, com direito a repetição. Para a sobremesa, a panqueca de banana e a torta de maçã levam uma bola de sorvete de creme.

Le French Bazar [38 reais]

A casa serve o formato executivo de almoço de segunda à sexta. Duas opções de prato principal são oferecidas todos os dias, sempre variando entre uma massa, uma carne e um peixe. Para a entrada, escolha entre a salada ou a sopa do dia. Mesma coisa na sobremesa, entre uma fruta e um doce.

Così [42 reais]

Na Santa Cecília, o menu executivo em três etapas muda todos os dias. De prato principal, algumas receitas recorrentes são o capellini com vinho tinto, maçã verde ao molho de gorgonzola e o risoto de funghi. Um doce, a exemplo da tiramissu, coroa a refeição.

Zena Caffè [42 reais]

O menu completo conta com duas sugestões de prato principal diferentes a cada dia da semana. Às sextas, por exemplo, entra em cartaz o arroz de pato. Antes, há sempre uma salada ou focaccia do dia e a sobremesa pode ser um sorvete ou fruta fresca.

Brasil a Gosto - PF
Brasil a Gosto: virado à paulista servido sempre às terças (Foto: Patricia Cecatti)

Brasil a Gosto [49 reais]

A chef e proprietária Ana Luiza Trajano oferece um menu completo para cada dia da semana, com duas opções. Às quartas, uma das sugestões é o queijo coalho na chapa, melaço e pesto de cheiro-verde e a boia Caipira (linguiça artesanal na cachaça, arroz, farofa e vinagrete de tomate com cebola roxa e cheiro-verde). Encerra a refeição a cocada de forno, sorvete de limão com hortelã e calda de melaço.

Chef Vivi [48,50 a 69,50 reais]

Preparados com ingredientes da estação, os pratos variam de acordo com o que a chef Viviane Gonçalves encontra no dia. O menu de almoço completo inclui três opções de cada etapa. Como prato principal, pode aparecer em cartaz o filé de anchova guarnecido de arroz tailandês com vegetais e leite de coco e acelga chinesa. Dica: uma das sugestões será sempre vegetariana.

■ Epice [49 reais]

Competente e criativo, Alberto Landgraf muda as sugestões do almoço executivo todos os dias. Entre as duas opções de entrada, pode aparecer a berinjela laqueada com picles de cebola-roxa e agrião. Dos principais, a paleta de cordeiro é guarnecida de batata-doce e vagem-holandesa. Um bolo de mandioca na companhia de sorbet de tapioca pode coroar a refeição. Num gesto simpático, água filtrada e couvert são uma cortesia da casa.

■ FishBar [46 reais]

Abrem a refeição uma salada ou bruschetta. De prato principal, algumas possibilidades são o peixe empanado com batatas rústicas, o picadinho de filé-mignon e o bacalhau ao forno, que aparece toda sexta-feira. Uma sobremesa finaliza.

Max Abdo Bistrô [49 reais]

O chef e proprietário Max Abdo apresenta cinco sugestões, entre carne bovina, frango, peixe, massa e risoto. Entrada e sobremesa fazem parte do pacote. Se incluir apenas couvert e um grelhado com salada, o preço do menu baixa para 39 reais.

Max Abdo Bistrô
Max Abdo: berinjela à parmigiana (Foto: Mario Rodrigues)

■ La Casserole [49 reais]

O combo completo, com entrada prato principal e sobremesa, muda semanalmente e traz três sugestões para cada etapa. Uma das receitas que costumam aparecer em cartaz é o filé de tainha ao molho de curry com leite de coco e arroz enriquecido por uva-passa.

Attimo - almoço executivo
Attimo: costela de boi ao forno com legumes da terra e massa fresca (Foto: Divulgação)

Aguzzo Cucina e Vino [49 reais]

O cardápio muda quinzenalmente. O cliente pode escolher entre duas opções de entrada, quatro de prato principal e duas de sobremesa. As massas caseiras são queridas pelos clientes e, recorrentemente, o nhoque está no menu, com molhos diferentes. Uma panacota com fava de baunilha e calda de frutas vermelhas pode coroar a refeição.

Aizomê [49 reais]

Servida a 190 reais por pessoa durante o jantar, a degustação ganha uma versão reduzida ao meio-dia. Inclui sushis, sashimis e pratos quentes e custa 110 reais. Quem preferir, pode aproveitar ainda o menu executivo composto de salada, somen (macarrão), peixe ou carne, missoshiru, arroz e sobremesa por tentadores 49 reais.

Attimo [49 reais]

O chef Jefferson Rueda apresenta o divertido “zécutivo”, um cardápio especial para o almoço em quatro etapas mais uma água ou uma dose de cachaça. Uma versão reduzida do couvert servido no jantar compõe-se de focaccia de tomate moqueado, manteiga de urucum e um embutido artesanal. Todos os dias aparecem duas opções de entrada, prato principal e sobremesa. Na segunda, por exemplo, abre a refeição um risoto de cebola caramelizada, seguido de costela bovina ao forno com legumes da terra e massa fresca. Os cannoli recheados de sorvete de creme e limão-siciliano adoçam o paladar.

■ La Cocotte Bistrot [49 reais]

Oferece a refeição completa com pratos fixos no cardápio. Uma das opções de entrada é a salada verde com aspargos e tomate, já para o prato principal, servem um penne com salmão ao creme de dill. A sobremesa pode ser uma fruta do dia ou a taça de sorvete com farofa de pistache.

ATÉ 70 REAIS

Sottovento
Sottovento: salão bonito e concorrido visível do corredor do shopping (Foto: Lucas Lima)

Sottovento [53 reais]

Localizado no Shopping Cidade Jardim, lançou um menu executivo assinado pelo chef Marcelo Laskani. Entre as sugestões de pratos principais estão a polenta cremosa com gorgonzola e nozes e o ravioli recheado de mussarela de búfala com rúcula e pesto de manjericão. Uma salada e uma sobremesa do dia estão inclusas no pacote.

Geiko-san [55 reais]

Passou a abrir durante o almoço, das 12h às 15h30. O tishoku, um menu fechado tradicional na culinária japonesa, inclui uma salada, uma opção de sushibar, uma porção quente e mais os acompanhamentos tsukemono (conservas japonesas), gohan e misoshiru. Para finalizar, uma salada de frutas.

Walter Mancini Ristorante [65 reais]

É a casa mais luxuosa do restaurateur Walter Mancini. Na hora do almoço, porém, a refeição completa, com direito a couvert e café, sai mais em conta. Como entrada, há sempre uma salada. Depois, é possível optar entre oito pratos principais, caso do galeto que sempre alterna a guarnição. Para finalizar, há quatro opções de sobremesa. 

Cantaloup [68 reais]

Renovado a cada semana, o menu contempla três opções de entrada, cinco de prato principal e quatro sobremesas. A pescada amarela em crosta de ervas e purê de mandioquinha é uma das pedidas, assim como a paleta de cordeiro com molho de ervas e arroz de amêndoas.

Freddy - estrogonofe - menu executivo
Freddy: o estrogonofe com batata palha está sempre em cartaz (Foto: Divulgção)

Freddy [63 reais]

Diferente a cada semana, o menu do meio-dia inclui uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Não raro, receitas francesas aparecem entre as opções, a exemplo do cassoulet (cozido de feijão-branco com carnes variadas), que no cardápio à la carte custa sozinho os mesmos 63 reais.

A Figueira Rubaiyat [65 reais]

Apelidado de “menu amável”, funciona como opção de almoço para quem estiver nos Jardins de segunda a quinta. É composto de couvert, prato principal e sobremesa. Abrem o apetite mussarela artesanal de búfala com tomatinhos, chorizo espanhol, carpaccio de abobrinhas e hortelã, pães de queijo e de polvilho, além de dez tipos de pães feitos lá mesmo. Em seguida, é possível provar a tirita (corte nobre da picanha) com batatas assadas, o salmão grelhado com creme de espinafre e o frango caipira guarnecido de creme de milho. Um doce ou fruta do dia arrematam a refeição. A unidade no itaim do restaurante Baby Beef Rubaiyat trabalha com a mesma proposta.

Don Curro [68 reais]

Um dos espanhóis mais tradicionais da cidade, tem a paella como estrela do cardápio. Felizmente, a receita é uma das cinco opções de prato principal que compõem o menu executivo. Antes, escolha entre salada com lulas e camarões e polvo à vinagrete. Couvert, sobremesa, café e digestivo fazem parte do pacote.

Amadeus - bobó de camarão - menu executivo
Amadeus: bobó de camarão sempre às quintas (Foto: Ricardo D'angelo)

ATÉ 92 reais

■ Emiliano [72 reais]

Instalado dentro do hotel-butique de mesmo nome, na badalada Rua Oscar Freire, oferece uma atraente sequência de entrada, prato principal e sobremesa a 72 reais por pessoa. Para abrir o apetite, uma das opções é o carpaccio de filé-mignon com molho mostarda e rúcula. Na sequência, aparecem pratos como o paillard de frango grelhado com brócolis, aspargos e cogumelos. Encerre provando o tradicional canoli recheado com cream cheese e frutas cristalizadas. 

Trindade [73 reais]

O menu de almoço contempla couvert, entrada, prato principal e sobremesa. Entre as sugestões de sotaque português estão o bacalhau em posta grelhado com batata ao murro e brócolis e o arroz enriquecido por carne de cordeiro. Outras opções são o picadinho de filé-mignon e o estrogonofe.

Amadeus [75 reais]

O foco do menu recai sobre as pedidas do mar. Na hora do almoço, a chef Bella Masano destaca uma receita para cada dia da semana. As terças, por exemplo, ficam reservadas para a moqueca de peixe e camarão. O crustáceo também aparece na forma de um bobó sempre às quintas. Uma entrada e uma sobremesa também estão inclusas.

Chef Rouge [75 reais]

As sugestões são alteradas semanalmente. Depois de percorrer o couvert e a entrada, escolha entre duas opções de prato principal e uma sobremesa. Bons exemplos de entrada são o creme de abóbora com gorgonzola. Para o prato principal, peixe do dia com nhoque de batata e ou frango com queijo camembert.

La Paillote [75 reais]

Para celebrar seus 60 anos, lançou uma degustação de camarão na hora do almoço. Apenas neste horário, duas receitas da casa saem pelo preço sugerido. O clássico crustáceo à provençal divide a cena com novidades como a versão à l’indienne (curry, creme de leite e cogumelo-de-paris) e a gratinada.

Terraço Itália [79 reais]

Instalado no 45º andar do Edifício Itália, no centro, proporciona uma das mais belas vistas da cidade. Entre as sugestões do chef Pasquale Mancini para o almoço, aparecem a posta de salmão com alcaparras, manjericão e risoto de limão siciliano.

Restaurante D.O.M.
D.O.M.: restaurante de Alex Atala é o sexto melhor do mundo (Foto: LIGIA SKOWRONSKI)

D.O.M. [82 reais]

Pode parecer estranho, mas Alex Atala propõe uma releitura do trivial prato feito — sim, um PF — durante o almoço. Depois de uma salada verde, chegam à mesa arroz branco, feijões roxo e preto, batata sautée, couve refogada com bacon, banana à milanesa e farofa mais um grelhado, que pode ser filé de saint-peter, frango ou escalope bovino.

La Tambouille [83 reais]

Sob o comando do restaurateur Giancarlo Bolla, também à frente do Leopolldo, oferece couvert, entrada, prato principal e sobremesa. Para começar, aparece um carpaccio de mussarela de búfala cremosa. Na sequência vem o filé de linguado grelhado ao molho de morangos fresco escoltado por purê de batatas. As sugestões são alteradas quinzenalmente.

Kinu [85 reais]

Esse restaurante de culinária japonesa do hotel Grand Hyatt, propõe uma seleção de entradas, sushis e sashimis, prato principal e sobremesa. Entre as sugestões quentes, aparecem o salmão grelhado na companhia de risoto oriental e shiso e o filé-mignon de kobe beef ao molho de cogumelos mais purê de abóbora japonesa. 

Gero [92 reais]

Filhote do grupo Fasano, compartilha os preços salgados da casa-mãe. Apesar de o almoço executivo exigir investimento de 92 reais pelo combo entrada, prato principal e sobremesa, o menu ainda se mostra vantajoso. No cardápio à la carte, a salada de folhas com lula grelhada, por exemplo, custa sozinha 54 reais.

Fonte: VEJA SÃO PAULO