Protestos em SP

Alckmin e Haddad anunciam redução das tarifas para R$ 3,00

Governador e prefeito participam de entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cartaz da manifestação - sexto dia
Manifestantes tomaram conta das ruas da cidade para protestar contra o reajuste (Foto: Divulgação)

Após a população de São Paulo ir às ruas para protestar, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT) voltaram atrás e anunciaram a redução das tarifas do transporte público. 

Polícia identifica rapaz que aparece na TV depredando a Prefeitura

Sessenta e três pessoas foram detidas nesta terça (18)

Saiba como foi o sexto ato contra o aumento da tarifa

A informação foi divulgada em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, no início da noite desta quarta-feira (19).

O valor de R$3,20 entrou em vigor no dia 2 de junho. Logo após, diversas manifestações ocorreram pela cidade, algumas até mesmo com atos de vandalismo e depredação. Com a redução, o valor voltou para R$ 3,00.

Haddad disse que o novo valor entrar em vigor em cinco dias. Esse é o período necessário para regular os equipamentos que fazem a leitura dos cartões. 

Manifestação - 19/6/2013 - Paulista
População vai às ruas (avenida Paulista) comemorar a redução da passagem de ônibus para R$ 3,00 (Foto: Amauri Arrais)

Em seu pronunciamento, Alckmin disse que será necessário cortar investimentos para subsidiar o novo valor. “É um sacrifício grande. Vamos fazer ajustes e apertar o cinto.”

Haddad seguiu a mesma liga, falando que o orçamento precisa ser repensado. “O diálogo precisa ser reestabelecido, mas precisamos analisar as consequências. O investimento será comprometido. É um gesto de aproximação, de abertura, de espírito democrático. Mas temos que explicar o futuro desse gesto. O orçamento da cidade precisa ser repensando e discutido.”

Comemoração

Após o anúncio, muitos comemoraram a redução das tarifas. Na Avenida Paulista, cerca de 200 pessoas se reuniram perto do Masp por volta das 18h30. Nas redes sociais os internautas também comentaram a conquista.

Fonte: VEJA SÃO PAULO