Saúde

Airbnb reembolsa grávidas que viajariam para regiões afetadas pelo zika

Plataforma de hospedagens oferece benefício também para mulheres tentando engravidar

Por: Estadão Conteúdo - Atualizado em

Aluguel por temporada na Copa - Air BNB - Jardins
Casa disponível no Airbnb (Foto: Lucas Lima)

O Airbnb, plataforma de hospedagens on-line de casas e apartamentos para aluguel, está oferecendo reembolso para grávidas e mulheres que estão tentando engravidar que haviam reservado hospedagem em regiões afetadas pelo vírus zika.

+ Marcos Mion sofre tentativa de assalto em estacionamento

Sem especificar o Brasil e o feriado de carnaval, o site diz que está trabalhando "de forma proativa para atender às preocupações de viagens que surgiram devido ao vírus zika". A empresa cita o aviso feito no início desta semana pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que anunciou que a explosiva disseminação do zika vírus nas Américas é um "evento extraordinário" que merece ser declarado como emergência internacional.

"Entendemos completamente o desejo de alguns viajantes de adiar os seus planos para a região", diz o aviso do site. Segundo a empresa, grávidas e mulheres que estão tentando engravidar, bem como membros da família que fariam parte da viagem, podem receber um reembolso total de suas reservas existentes para a região.

O Airbnb faz ainda uma alerta e pede que antes de marcar qualquer viagem os turistas procurem informações em relação aos países que podem ter a incidência da doença.

Fonte: Estadão Conteúdo