ESPECIAL

"Comer & Beber" 2013: onde beber água aromatizada

Confira a seleção dos melhores endereços para provar a mistura

Por: Helena Galante e Sophia Braun

Tea Connection - 2205
Tea Connection: casa de chás serve água aromatizada (Foto: Mario Rodrigues)

O guia “Comer & Beber” 2013 apresenta 300 endereços de comidinhas. Abaixo, relação de lugares que servem águas aromatizadas:

+ Tudo sobre o "Comer & Beber" 2013

  • Padarias

    Mr. Baker

    Rua Pedroso Alvarenga, 655, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3078 0045

    VejaSP
    6 avaliações

    É um lugar que une o melhor de dois mundos: as receitas de fermentação natural das padarias artesanais com os clássicos de padoca. Assim, dá para pedir um trivial pão francês na chapa com manteiga (R$ 6,00) ou requeijão (R$ 9,50), e mesmo um misto quente (R$ 13,50), que aqui ganha o nome de samba. Menos óbvias, as tartines são montadas em fatias levemente torradas de pão de campanha em versões como a que leva salmão, queijo cottage, azeite e dill (R$ 18,00). Se a ideia é levar, fique com a baguete (R$ 30,70 quilo) ou com o pão de nozes e passas (R$ 65,00 o quilo).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chás

    Tea Connection - Jardins

    Alameda Lorena, 1271, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3063 4018

    VejaSP
    6 avaliações

    Cada vez mais, o endereço fica com pinta de restaurante. Isso acontece sobretudo à noite, quando entram em cena pratos como o salmão grelhado acompanhado de salada de rúcula, com cogumelo-de-paris, tomate e nozes (R$ 56,00). A casa de matriz argentina, contudo, não abre mão de sua vocação original. A fornida carta de chás traz sugestões como o aromático lemon flower (R$ 13,00), uma infusão levemente cítrica à base de rooibos com flores de jasmim e capim-limão. Da lista das chamadas safras únicas, o silver needles (R$ 15,00) é um chá-branco suave e cheio de frescor.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Cafés

    Tineta

    Rua Jesuíno Arruda, 512, Itaim Bibi

    1 avaliação

Fonte: VEJA SÃO PAULO